Fahrenheit 451 ganhará uma nova versão produzida pela HBO | Cinema de Buteco
Buteco Literário Notícias

Fahrenheit 451 ganhará uma nova versão produzida pela HBO

“Então, vê agora por que os livros são tão odiados e temidos? Eles mostram os poros no rosto da vida. As pessoas acomodadas só querem rostos de cera, sem poros, sem pêlos, sem expressão”

O clássico distópico Fahrenheit 451 já apareceu em diversas listas de leitura e está entre o favorito de muitos leitores. Publicado originalmente em 1953 e com uma versão cinematográfica de 1966, o clássico escrito por Ray Bradbury ganhará uma nova versão produzida pela HBO.

Após o furo dado pela Entertainment Weekly, a HBO confirmou que a nova produção de Fahrenheit 451 já está em desenvolvimento, mas a empresa está mantendo detalhes em segredo.

O Diretor De “99 Homes”, Ramin Bahrani já confirmou sua participação no longa por meio de sua página no Facebook. Ele escreveu: “Happy to team with HBO on a project I’ve wanted to do for some time, “Fahrenheit 451.”

fahrenheit451-195x300 Fahrenheit 451 ganhará uma nova versão produzida pela HBOPublicado em 1953, a obra de Bradbury descreve um governo totalitário, num futuro incerto mas próximo, que proíbe qualquer livro ou tipo de leitura, prevendo que o povo possa ficar instruído e se rebelar contra o status quo. Tudo é controlado e as pessoas só têm conhecimento dos fatos por aparelhos de TVs instaladas em suas casas ou em praças ao ar livre. O livro conta a história de Guy Montag, que no início tem prazer com sua profissão de bombeiro, cuja função nessa sociedade imune a incêndios é queimar livros e tudo que diga respeito à leitura.

Quando Montag conhece Clarisse McClellan, uma menina de dezesseis anos que reflete sobre o mundo à sua volta e que o instiga a fazer o mesmo, ele percebe o quanto tem sido infeliz no seu relacionamento com a esposa, Mildred. Ele passa a se sentir incomodado com sua profissão e descontente com a autoridade e com os cidadãos. A partir daí, o protagonista tenta mudar a sociedade e encontrar sua felicidade.

Confira a seguir o trailer da versão de 1966:

Felipe Borba

Nasceu no Pará, cresceu no Maranhão e vive em Minas Gerais. Além de se considerar um explorador da natureza; Felipe é publicitário com especialização em Marketing Estratégico, é viciado em novas tecnologias, queria ser adotado pelo Neil Gaiman e tem mais livros do que dá conta de ler.