Destaques Mesa de Bar

Mesa de Bar: Scorsese, De Niro, Pacino e Pesci juntos?

TODA SEMANA, TULLIO DIAS E LUCAS PAIO se reúnem numa mesa de bar virtual e discutem as principais notícias do cinema dos últimos sete dias. 

Tullio: Olá, Lucas! Tudo bem? Esta semana saiu uma daquelas notícias capazes de deixar cinéfilos do mundo inteiro com lágrimas nos olhos: The Irishman pode FINALMENTE deixar de ser apenas um sonho. [Projeto antigo de Martin Scorsese, o filme contará a história real de Frank Sheeran, um veterano da Segunda Guerra Mundial que vive uma vida paralela como um assassino contratado. O elenco promete reunir Al Pacino, Robert De Niro e Joe Pesci.]

Lucas: Olá, Tullio Dias! Que milagre, dando oi e me cumprimentando! Por aqui vai tudo bem, e contigo?

Tullio: Aqui vai tudo ótimo, obrigado por perguntar. De vez em quando sou educado.

Lucas: Cara, tem anos que vejo esse projeto sendo falado por aí e só acredito quando rolar a primeira foto oficial, o trailer, algo do tipo. Mas estou extremamente esperançoso. É o filme que vai juntar Scorsese, Pacino, De Niro e Joe Pesci. É tipo Os Mercenários, mas com atores bons!

Tullio: É tipo Os Mercenários da máfia, né? Poderiam tentar trazer o Jack Nicholson nessa brincadeira. Imagine que louco!

Lucas: Seria lendário, mas parece que o tio Jack se aposentou, faz um tempão que não aparece nas telonas. Outra boa pedida seria o Harvey Keitel.

Tullio: O Nicholson tá aposentado e recentemente saiu um boato malcriado dizendo que ele está com Alzheimer.

Seria um sonho ver esses caras todos reunidos. Só os medalhões. James Caan ta vivo?

Lucas: Quê isso, Tullio Dias, não mata gente foda antes da hora! James Caan tá vivo e ativo pra caramba: só em 2015 esteve em 4 longas-metragens e já tem 6 ou 7 para 2016. Me conta aí quantos filmes você faz por ano.

Tullio: Você quer saber quantos homemade eu produzo por ano ou por mês? 😏

Lucas: “50 Tons de Tullio”. Não, não quero saber.

Tullio: Ótimo. Nem eu saberia te responder, mas tenho uma coleção digna de causar inveja ao Eminem.

Mas apenas pela oportunidade de ver Pacino e De Niro juntos para apagar a péssima impressão de As Duas Faces da Lei já vale. Esses caras são fodas. Lembra de Fogo Contra Fogo?

Lucas: Fogo Contra Fogo é um filmaço, até já falamos dele num longínquo podcast que malhava a carreira recente do De Niro.

Tullio: Fogo Contra Fogo merece uma edição do Shot toda para ele. Escrevi a crítica no ano passado e inclui no ranking de Melhores Filmes de 1995.

E um detalhe a mais sobre The Irishman é que poderá ser a primeira parceria de Scorsese com Pacino. Como esses caras nunca trabalharam juntos antes????

Lucas: Não faço a mínima ideia, mas antes bem tarde do que nunca. Ninguém aí tá ficando exatamente mais moço… E, ao contrário de Al “Só Faço Filme do Adam Sandler” Pacino, os filmes do Scorsese continuam excelentes.

Tullio: Não vamos falar sobre isso. Ou terei vontade de vomitar ao tomar meu cappuccino matinal.

Em que filme do Scorsese você colocaria o Pacino?

Lucas: É difícil pensar nisso porque, com Pacino ou sem Pacino, os elencos scorsesianos são sempre muito bem escolhidos. Meu voto vai para Shine a Light [show-documentário dos Rolling Stones que Scorsese dirigiu em 2008], com Al Pacino interpretando Keith Richards. E você?

Tullio: Serei ousado: tirem Daniel Day-Lewis de Gangues de Nova York e coloquem o Al Pacino.

Lucas: Pô, imagina Pacino com aquele bigodão.

Tullio, falando no Scorsese, você assistiu a Vinyl, a série da HBO criada por ele junto com o Mick Jagger?

Tullio: Infelizmente ainda não, mas verei em breve. Você viu?

Lucas: Também não. Por enquanto teremos que deixar os leitores sem as nossas observações a respeito.

E o Scorsese não para: no final do ano teremos Silêncio, novo longa dele, com Adam “Kylo Ren” Driver, Liam “I Will Find You” Neeson e Andrew “Pior Homem-Aranha” Garfield. O filme se passa no Japão, com os três interpretando… padres portugueses!

Tullio: Andrew Garfield de padre. Ok.

Enquanto não temos novos filmes de Martin Scorsese, recomendo para todos acompanharem as matérias especiais que produzimos sobre o cara e torcer para que esse sonho seja realidade. E não apenas uma paixão platônica cinéfila eterna.

Lucas: Como diria o Andrew Garfield, “amém”.

The Irishman - montagem

A coluna Mesa de Bar é produzida durante a semana através de um chat no Facebook. Todas as semanas temos um assunto novo para ser debatido dessa maneira informal. Sugestões de pauta: contato@cinemadebuteco.com

Redação do Buteco

Cinema por quem entende mais de mesa de bar.