Review: Empire s02e04 - "Poor Yorick" | Cinema de Buteco
Destaques Séries e TV

Review: Empire s02e04 – “Poor Yorick”

Empire-s02e04-Poor-Yorick-838x580 Review: Empire s02e04 - "Poor Yorick"

É tempo de guerra! Empire voltou essa semana e deu uma guinada muito positiva no caminho que a temporada estava tomando. Depois de dar a entender que a segunda temporada seria feita de rixas familiares e casos da semana, se aproximando quase de uma sitcom, os roteiristas de Empire resolveram lembrar-nos essa semana do grande cenário que permeia ano da série. É claro que sabemos que não existe assim tanta lenha para queimar nessa história de crimes da família Lyon, e que a base da temporada será sim a rixa da Empire com a Lyon Dinasty, mas é sempre bom sermos lembrados de vez em quando da grandeza da série.

O episódio já começa com o FBI invadindo a Empire atrás de provas no caso da morte de Bunkie. Como o próprio Lucious mesmo disse, a promotora está desesperada, na falta de provas está tentando de tudo, inclusive colocar a já divida família uns contra os outros. Para mim essa foi a melhor jogada, se aproveitar da grande fraqueza dos Lyons para ver se consegue achar algum podre do Lucious. Só resta saber, jogando tão pesado, até quando essa promotora irá durar. O recado foi dado no fim do episódio, Lucious Lyon também sabe jogar pesado.

A melhor parte do episódio contudo foi pouco explorada. As cenas de Cookie na cadeia, com ela tendo os flashbacks de seu tempo na prisão são muito tocantes, eu sei que já exploraram isso na temporada passada, mas estamos falando de Empire, sensacionalismo e cenas de Cookie nunca são demais. Apesar de todo o medo e desespero que sentiu ali naquele momento, em momento algum ele perdeu a sua lucidez, e rapidamente arranjou um jeito de sair daquela situação, jogando com muita esperteza em favor da Lyon Dinasty. Foi uma ótima saída tentar incriminar a rádio, abriu o seu caminho e continua não sendo X9, como sabemos que ela nunca foi.

O episódio em nada acrescentou na storyline, mas tivemos a recuperação de vários plots muito importantes já apresentados até aqui, como a questão da briga racial entre os negros e a polícia americana. São nesses pequenos flashs de lucidez que Empire se mostra muito mais que apenas uma grande novela que todos tendemos a considerá-la. Os roteiristas são inteligentes e oportunos, não só jogam o caso para debate em um show de grande audiência, como também mostram a manipulação das massas que acontecem por trás de todos esses protestos, e que, no fundo no fundo, o objetivo de ninguém é mudar o mundo, apenas tirar o seu da reta.

Esse plot também foi bom para trazermos à tona a rixa entre Jamal e Hakeem, os dois pareciam estar muito bem apesar de estarem em lados opostos do jogo, até que Lucious entra em cena e prova mais uma vez que ele é a grande maçã podre da cesta. Ele nunca soube ser pai, sempre alimentou esse tipo de rixa entre os filhos e constantemente coloca eles pra cima ou pra baixo como marionetes. É claro que Hakeem agiu pelo ciúmes e não viu claramente, mas não ter cedido aos encantos de Lucious foi a melhor coisa que ele fez à voltar para esse ciclo vicioso e nocivo o pai alimenta nos filhos.

Por falar em Jamal, não entendi do que se trata a história de ciúmes lá com o espanhol. Quando a chamada entrou no “anteriormente” do episódio, já sabiamos que ia ter treta, mas quando o artista começou à fotografar Jamal, Michael faltava pouco fulminar o cara de tanto ódio, e cada vez que o mesmo elogiava Jamal a história se repetia. Não entendi se o mesmo está com ciúmes da relação do cara com Jamal ou do sucesso do próprio Jamal, estou mais inclinado à segunda opção e que algum crime passional esse personagem ainda irá cometer, afinal de contas estamos falando de Empire.

Para fechar tivemos também a história de Rhonda André, que ficou em segundo plano durante os primeiros episódios mas que agora veio à tona. No geral, tudo não fez muito sentido, por que o aparecimento, ainda que apenas do corpo de Vernon tiraria o de Lucious Lyon da reta? Ele não tem como testemunhar morto. Não entendi o porque, mas ainda assim os dois super estúpidos foram lá cavar o corpo de volta no meio da mata. Quando os dois tentaram se esconder dentro do buraco, não pude evitar de rir, mestres do disfarces. A dupla caiu essa segunda temporada, foram de grandes vilões da história, para uma dupla de trambiqueiros, aproveitadores e carentes para voltar as graças de Lucious. Também não entendi quais foram as reais intenções de Lucious ao receber Andre de volta em seus braços, foi genuíno ou estaria ele armando, colocando o de Andre na reta para livrar o seu. O casal que fique bem esperto nesse ninho de cobras.

No mais é isso, como já disse foi um episódio acima da média do que a série vinha apresentando nessa segunda temporada, espero que essa escavada de histórias do passado vindo àtona, sustente um arco até o fim da fall season, e do jeito que as coisas andam já percebemos que tudo culminará na morte da promotora e alguém se esfregando mais ainda na lama. Torcemos também pelo sucesso da Lyon Dinasty, agora que Cookie deu esse passo inteligente para o retorno da produtora na mídia, e que continuemos sendo presenteados com esse “rio” de músicas boas como “Ain’t About The Money” que a série vem apresentando.

Jairo Borges