The Doors - O Filme | Cinema de Buteco
Drama Musical

The Doors – O Filme

doors The Doors - O Filme

“Se as portas da percepção fossem abertas, tudo apareceria como realmente é: infinito.” (William Blake)

Como uma grande fã da banda, me vejo perdida nesse post. De que modo começar a descrever o filme do que foi um “mito”? Muita gente pode até discordar do “mito”, mas voltando à história do rock, o The Doors teve seu lugar ao sol. Não negue.

Val Kilmer está perfeito no papel. Vemos um Jim Morrison poeta, um louco, um incompreendido. Numa época em que a lei é: não há lei (como raul já dizia, faça o que tu queres pois é tudo da lei), os Doors influenciaram uma geração, com letras que falavam de amor, morte, vida. Mas e aí? Um poeta ou um drogado?

Impossível não citar a banda, e, sendo esse um blog democrático (?), vamos aprender um pouco:

The Doors, banda estadunidense de rock da década de 60/70, era composta por Jim Morrison (vocal), Ray Manzarek (teclado e… baixo? hahaha), Robby Krieger (guitarra) e John Densmore (bateria). Você com certeza sabe cantar Light My Fire, ou Break on Through, ou assistiu o episódio de Simpsons em que o Homer canta The End. Ou, no mínimo sabe que Jim Morrison foi encontrado morto na banheira de seu quarto, em Paris. Se não sabe nada disso, então assista o filme.

Dirigido por Oliver Stone, o filme é de 1991, e conta com Meg Ryan no papel de Pamela Courson, a mulher de Jim.

Trailer:

Redação do Buteco

Cinema por quem entende mais de mesa de bar.

Comentários

  1. Esse ano eu vou me redimir. Vou ver Platoon, a trilogia do Poderoso Chefão e do De Volta para o Futuro. Aí vejo o Doors também… o que custa? auehauehauheae

  2. Não vi, mas li…

    Jão!!!! HEREGE!!!!!!!!!! Como assim “uma das poucas coisas boas do Oliver”??? Vai ter morte no Buteco!!!!!!!

  3. Enquanto ainda não corro riscos de ser preso, baixei. Verei amanhã, pós roteiro/prova de Cinema e Vídeo.