Análise: Critics' Choice Awards 2016 | Cinema de Buteco
Premiações e Festivais Variedades

Análise: Critics’ Choice Awards 2016

 

Uma semana após o prêmio da imprensa estrangeira de Hollywood, aconteceu o prêmio da imprensa americana, o Critics’ Choice Awards 2016. Qual a sua relevância? Ele não dita vencedor do Oscar como já vimos em anos anteriores, além do fato de críticos não votarem na maior premiação do cinema. No entanto, muitos dos nomes que vemos ganhar ali acabam repetindo a dose depois, ou seja, os ganhadores ganham impulsionamento, sim, na disputa.

Após a cerimônia de ontem, fica praticamente claro que bater Leonardo Dicaprio (O Regresso), Brie Larson (O Quarto de Jack), Ennio Morricone (Os Oito Odiados) e Emmanuel Lubezki (O Regresso) vai ser difícil. Sylvester Stallone (Creed) mostrou ser um dos fortes candidatos a ator coadjuvante também, mas como ele foi esnobado no SAG e BAFTA, pode ser que outro nome ganhe força nas próximas semanas.

Alicia Vikander (A Garota Dinamarquesa) venceu como atriz coadjuvante e parece que a disputa da categoria está entre ela e Kate Winslet (Steve Jobs). A britânica já levou pra casa o Globo de Ouro no dia 10 e pode ganhar também o BAFTA, já que a sueca foi indicada na categoria principal. Em outras palavras, quem vencer o SAG deve ser reconhecida pela Academia no dia 28 de fevereiro.

As categorias de roteiro seguiram a previsão de muitos críticos, a qual provavelmente se repetirá no Oscar: A Grande Aposta como adaptação e Spotlight como roteiro original. Podemos ter alguma surpresa, é claro, mas as chances são pequenas. Digo o mesmo sobre as demais categorias técnicas: Mad Max deve se sobressair.

Melhor filme estrangeiro e animação nem precisamos questionar mais, pra ser sincera: O Filho de Saul e Divertida Mente, respectivamente. A previsibilidade é óbvia aqui.

Agora, as duas maiores categorias, de filme e diretor, parecem uma incógnita total.  Alejandro González Iñárritu e George Miller estão à frente dos demais, com o Globo de Ouro e Critics’ Choice, respectivamente. Tudo pode acontecer no mês que vem, mas parece que é um ou outro que levará o Oscar. Eu admito que, no que diz respeito a filme, eu não tenho nenhum palpite; Spotlight pode ter a história comovente e com inclinação social maior, mas O Regresso e até mesmo A Grande Aposta podem surpreender.

Confira abaixo a lista de vencedores da 21ª edição do Critics’ Choice Awards.

 

MELHOR FILME
Spotlight

 

MELHOR ATOR
Leonardo DiCaprio – O Regresso

 

MELHOR ATRIZ
Brie Larson – O Quarto de Jack

 

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Sylvester Stallone – Creed

 

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Alicia Vikander – A Garota Dinamarquesa

 

MELHOR JOVEM ATOR/ATRIZ
Jacob Tremblay – O Quarto de Jack

 

MELHOR ELENCO
Spotlight

 

MELHOR DIRETOR
George Miller – Mad Max: A Estrada da Fúria

 

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Josh Singer e Tom McCarthy – Spotlight

 

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Charles Randolph e Adam McKay – A Grande Aposta

 

MELHOR CINEMATOGRAFIA
O Regresso – Emmanuel Lubezki

 

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
Mad Max – Colin Gibson

 

MELHOR MONTAGEM
Mad Max – Margaret Sixel

 

MELHOR FIGURINO
Mad Max – Jenny Beavan

 

MELHOR PENTEADO E MAQUIAGEM
Mad Max

 

MELHORES EFEITOS VISUAIS
Mad Max

 

MELHOR ANIMAÇÃO
Divertida Mente

 

MELHOR FILME DE AÇÃO
Mad Max

 

MELHOR ATOR EM FILME DE AÇÃO
Tom Hardy – Mad Max

 

MELHOR ATRIZ EM FILME DE AÇÃO
Charlize Theron – Mad Max

 

MELHOR COMÉDIA
A Grande Aposta

 

MELHOR ATOR EM COMÉDIA
Christian Bale – A Grande Aposta

 

MELHOR ATRIZ EM COMÉDIA
Amy Schumer – Descompensada

 

MELHOR FILME DE SCI-FI/TERROR
Ex Machina

 

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
O Filho de Saul

 

MELHOR DOCUMENTÁRIO
Amy

 

MELHOR CANÇÃO
Velozes e Furiosos 7 – See You Again

 

MELHOR TRILHA SONORA
Os Oito Odiados – Ennio Morricone

 

 

Daniela Pacheco

Fascinada por cinema desde pequena. Ídolos? River Phoenix, Audrey Hepburn, Wagner Moura e Marion Cotillard.