Oscar 2016: Kristen Stewart e Ex Machina crescem na disputa | Cinema de Buteco
Premiações e Festivais Variedades

Oscar 2016: Kristen Stewart e Ex Machina crescem na disputa

Crítica Acima das Nuvens - Mostra de SP

Ex-Machina-838x559 Oscar 2016: Kristen Stewart e Ex Machina crescem na disputa

A temporada de premiações geralmente é marcada por algumas surpresas, sejam eles nomes inesperados ou nomes esnobados. No fim de 2015, tivemos dois que surpreenderam muitas pessoas ao aparecerem em diversas listas de críticos importantes e premiações: Kristen Stewart e Ex Machina.

A atriz de Crepúsculo ganhou um ano atrás o César por seu trabalho coadjuvante em Acima das Nuvens, do francês Olivier Assayas; ela fez história por ser a primeira atriz americana a receber o prestigiado prêmio. Porém, o filme não teve muito buzz desde então. A IFC o lançou nos EUA em abril, com bilheterias modestas e boas críticas, mas jamais com qualquer tipo de pensamento como “Stewart vai ser indicada ao Oscar 2016 por esse papel”.

Isto até o momento em que a jovem foi considerada a atriz coadjuvante do ano pelas duas associações de críticos de Boston, Flórida, Nova York e, mais recentemente, a National Society Of Film Critics. Sem contar as múltiplas indicações à outras listas e a segunda colocação no Los Angeles Film Critics Awards. Adicione a isso o fato da categoria do Oscar estar fraca e apenas com quatro nomes praticamente garantidos (Rooney Mara, Alicia Vikander, Helen Mirren e Kate Winslet). A possibilidade de Stewart entrar na briga é enorme.

Ex Machina teve um percurso similar: chegou aos cinemas americanos em abril, foi um grande hit e tornou-se a maior bilheteria da sua distribuidora, a A24. As críticas foram excelentes também, mas repito: nada que levasse as pessoas a acreditarem no Oscar.

Fim de 2015 e surpresa: indicação ao Globo de Ouro de atriz coadjuvante, quatro prêmios no British Independent Film Awards, três indicações ao Critics Choice, Top 10 Independente do respeitado National Board Of Review e diversos prêmios de associações de críticos. Chegamos a um ponto em que Vikander está recebendo mais atenção por sua performance na ficção do que em A Garota Dinamarquesa.

A probabilidade de vermos Ex Machina indicado ao Oscar de roteiro original e efeitos visuais também é alta. Por quê? Joy foi uma decepção, ou seja, a vaga restante também pode ser ocupada pelo longa de Alex Garland, A História do NWA, entre outros. Na categoria de EV, ele já está na shortlist.

É sempre bom vermos reviravoltas na temporada de premiações, afinal, tira a previsibilidade característica da Academia.

 

Daniela Pacheco

Fascinada por cinema desde pequena. Ídolos? River Phoenix, Audrey Hepburn, Wagner Moura e Marion Cotillard.