5 Cineastas que fizeram a história do cinema alemão | Cinema de Buteco
Destaques Listas Top 5

5 Cineastas que fizeram a história do cinema alemão

Se você busca conhecer o cinema alemão, seguem algumas sugestões de grandes mestres que marcaram a arte cinematográfica do país. Obviamente, poder-se-ia estender a lista. Contudo, aqui asseguro somente uma parte de alguns gênios do cinema alemão e justifico suas contribuições.

  1. Murnau:

Um dos primeiros diretores de destaque (midiaticamente/comercialmente falando) da história do cinema alemão. Mestre do expressionismo, tornou-se revolucionário nos recursos estéticos com seus jogos criativos de luz e sombra, seu manejo com a câmera, e  habilidade fotográfica. É responsável por produções que até hoje motivam e servem de estudo para compreensão do cinema como um todo.

  1. Fritz Lang:

Outro diretor alemão que trabalhou maravilhosamente com a arte expressionista. Com o filme Metropolis, fugiu da forma fílmica predominante na década de vinte. Um artista de vanguarda (pois estava sempre a frente se tempo) que foi determinante para a consolidação de um cinema amplo em questões produtivas e visionário em processo criativo.

giphy 5 Cineastas que fizeram a história do cinema alemão

  1. Wim Wenders:

Desde pelo menos a década de setenta, a crítica o considera como um dos diretores mais primorosos do mundo. Seu talento e cuidado com a câmera aliados à sua visão estética, transformam seus filmes em notáveis obras de arte. Além do aspecto visual, os roteiros são vívidos e meditativos. Wenders é um mito de nossos tempos!!

  1. Herzog:

Não há outro cineasta que tenha tido tanta habilidade em criar filmes com realismo da mesma maneira que Herzog! Somente por isso, já se destaca dos demais. Seus filmes possuem desapego do cinema comercial e são dotados de dinamismo e ousadia. Aventurou-se em sua carreira e, como resultado, construiu um cinema insólito.

  1. Rainer Werner Fassbinder:

Além de ser um excelente diretor, também marcou o cinema alemão com suas elogiáveis atuações. Sua linguagem cinematográfica sempre foi diversificada permitindo-o voar livremente em sua imaginação e fazendo com que desse vida a uma produtividade livre de qualquer padrão ou restrição.

Juliana Vannucchi