Confira os melhores filmes do primeiro semestre de 2017
Destaques Listas

Os melhores filmes de 2017 (até agora)

Os melhores filmes do primeiro semestre de 2017

O Cinema de Buteco selecionou os melhores filmes do primeiro semestre de 2017. Será que eles batem com os seus dez favoritos?

Os-melhores-filmes-do-primeiro-semestre-de-2017-838x559 Os melhores filmes de 2017 (até agora)

O primeiro semestre de 2017 foi marcado por filmes do Oscar, blockbusters e dois terrores de baixo orçamento que conquistaram plateias no mundo todo. Chegou a hora dos nossos butequeiros elegerem os seus favoritos e você pode ver a contagem regressiva até o número 1 a seguir! Conheça agora a lista com os melhores filmes de 2017 (até agora)!

VEJA AQUI as listas individuais de quem participou do nosso ranking.

10- Até o Último Homem

Os-melhores-filmes-do-primeiro-semestre-de-2017-838x559 Os melhores filmes de 2017 (até agora)

“Além de todo esse papo de heroísmo e insistir em suas próprias crenças para cumprir seus objetivos, o maior trunfo do longa-metragem está no alucinante confronto que domina a segunda parte da história. Nem O Resgate do Soldado Ryan, de Steven Spielberg, ou Corações de Ferro, de David Ayer, duas produções que se destacam pelo realismo nas cenas, conseguem impressionar mais do que o começo da ação envolvendo os soldados lutando contra os japoneses. Chocante é a palavra para descrever o que a genialidade de Gibson captura” (Tullio Dias)

“Tirando algumas cenas melosas inicia sque não acrescentam quase nada à produção, Hacksaw Ridge nos toca de vez quando o jovem rapaz começa suas atividades intensas no Exército, onde enfrenta bastante preconceito por causa de suas convicções. A partir do momento em que aterrizamos em solo asiático, sua bondade, esperança, lealdade e atenção ao próximo nos comove e nos prende até a última cena. E isso tudo não só diante de colegas do Exército, mas até mesmo inimigos” (Dani Pacheco)


9- Moonlight

Os-melhores-filmes-do-primeiro-semestre-de-2017-838x559 Os melhores filmes de 2017 (até agora)

“Beleza talvez seja a palavra que melhor defina Moonlight, um filme bonito em todos os sentidos, cada frame daria um quadro. Assim como seus personagens, Moonlight não se encaixa em nenhum estereótipo, é um filme sublime sobre encontrar-se, descobrir quem realmente é por trás de toda a superfície” (Marcelo Palermo)

“Moonlight é um comovente filme sobre as dificuldades de ser gay, negro e pobre. Sobre o quanto essa jornada é dolorosa e deixa cicatrizes no psicológico da pessoa, que cresce com todo o direito de odiar o mundo. Mas mais do que isso, é um delicado retrato sobre como conviver com a sua própria sexualidade num mundo moderno que diz ter a cabeça aberta, mas julga o tempo inteiro. Nesse ponto, como um serviço moral e social, realmente, Moonlight é a melhor coisa produzida no cinema em anos” (Tullio Dias)


8- Trainspotting 2

Os-melhores-filmes-do-primeiro-semestre-de-2017-838x559 Os melhores filmes de 2017 (até agora)

“T2 Trainspotting é uma boa produção, saudosista na maior parte do tempo, com direito a disco de vinil. Uma ótima oportunidade para relembrar seu antecessor” (Maristela Bretas)

“Apesar de ter assumido alguns projetos mais convencionais nos últimos anos, Danny Boyle mostra que continua afiado na arte de entregar um filme divertido, com uma linguagem moderna, montagem ágil, trilha sonora bem adequada e até elementos visuais que ajudam a contar a história” (Marcelo Seabra)


7- Paterson

Os-melhores-filmes-do-primeiro-semestre-de-2017-838x559 Os melhores filmes de 2017 (até agora)

“Fugindo de fórmulas e de grandes emoções, o diretor e roteirista se foca em uma pessoa simples para mostrar como a sensibilidade pode transformar o dia a dia. E como até aquele seu vizinho aparentemente comum pode guardar um grande talento, que vai permanecer oculto se não houver ambição. Talvez por isso, alguns artistas só ganham fama após a morte” (Marcelo Seabra)


6- Manchester à Beira-Mar

Os-melhores-filmes-do-primeiro-semestre-de-2017-838x559 Os melhores filmes de 2017 (até agora)

“Um filme sobre nada em especial. Mas, ao mesmo tempo, sobre tudo. Pode parecer contraditório, mas essa é uma boa forma de descrever Manchester à Beira-Mar (Manchester by the Sea, 2016). O filme engana em sua simplicidade, tratando de temas complexos, e consegue inserir um humor discreto e bem-vindo em meio a momentos mais pesados” (Marcelo Seabra)


5- Corra!

Os-melhores-filmes-do-primeiro-semestre-de-2017-838x559 Os melhores filmes de 2017 (até agora)

“Corra!” (“Get Out”) é uma trama bem estruturada, com doses equilibradas de suspense, terror e comicidade. Em sua primeira experiência como diretor, o ator e comediante Jordan Peele soube juntar tudo isso para cutucar a ferida do preconceito racial da sociedade norte-americana. Um tema que conhece bem e do qual soube tirar o diferencial para sua produção para que não fosse apenas mais uma do gênero terror” (Maristela Bretas)


4- La La Land

Os-melhores-filmes-do-primeiro-semestre-de-2017-838x559 Os melhores filmes de 2017 (até agora)

“Diante da compreensão de toda obra artística enquanto componente de um contexto e personagem potencialmente questionadora de sua realidade, há de se reconhecer a força de La La Land na discussão crítica do contemporâneo sob o escopo inevitavelmente transformador da arte – afinal, esta é definitivamente uma das esferas mais alteradas pelo passar do tempo. Los Angeles, metonímia da indústria do entretenimento criadora e assassina de tantos sonhos, é o cenário ideal. Um musical “clássico” é a forma ideal” (Leonardo Lopes)

“La La Land não é nenhum marco do Cinema, e também não pode ser classificado como o melhor filme do ano, mas é com certeza o mais prazeroso e satisfatório de ser assistido e cumpre com êxito a tarefa de afagar seu coração e te fazer sair da sala de cinema com um um sorriso no rosto, o que na minha opinião já é motivo suficiente para premiá-lo” (Lucas Victor)


3- Logan

Os-melhores-filmes-do-primeiro-semestre-de-2017-838x559 Os melhores filmes de 2017 (até agora)

“Logan é, desde já, um dos filmes obrigatórios de 2017. Combinando questões dramáticas envolvendo envelhecimento e relações paternais com muita violência gráfica (o sucesso de Deadpool contribuiu demais para a Fox acreditar nesse projeto e permitir um roteiro tão ousado), essa é a história solo do Wolverine que todo mundo precisava assistir e não sabia. Que filme” (Tullio Dias)


2- Fragmentado

Os-melhores-filmes-do-primeiro-semestre-de-2017-838x559 Os melhores filmes de 2017 (até agora)

“Fragmentado representa uma esperança para os fãs de Shyamalan e a oportunidade do cineasta voltar a surpreender positivamente o público. É necessário reconhecer que o cenário escolhido poderia ter se tornado uma verdadeira armadilha, mas o filme mostra que valeu a pena esperar para ver o diretor voltar a desfrutar de toda a sua glória e ser reconhecido pela genialidade e competência” (Graciela Paciência)


1- Mulher Maravilha

Os-melhores-filmes-do-primeiro-semestre-de-2017-838x559 Os melhores filmes de 2017 (até agora)

“Sem desmerecer os comentários e críticas de que se trata de uma produção filme que ressalta o empoderamento das mulheres e coisas do gênero, “Mulher Maravilha” é para ser curtido como um ótimo blockbuster, com muita ação, explosões, tiros e porrada, sem precisar de uma análise socio-psicológica-ambiental-feminista e mimimis afins. Vá ao cinema e saia de lá elétrico, de queixo caído e dizendo “doidimais!”,”duca!”, “filmaço!”” (Maristela Bretas)


BÔNUS

A Qualquer Custo

Os-melhores-filmes-do-primeiro-semestre-de-2017-838x559 Os melhores filmes de 2017 (até agora)

“Evocando propositalmente vários clássicos do Cinema americano, Mackenzie homenageia seus filmes favoritos enquanto prova a teoria de que os tempos estão mudando. Esse é um dos temas tratados em A Qualquer Custo, que parece ser apenas mais um faroeste despretensioso, mas, a exemplo de “colegas” como Onde os Fracos Não Têm Vez (No Country for Old Men, 2007) e The Rover – A Caçada (2014), acaba indo mais longe do que parece inicialmente. E a família é um valor apontado: aconteça o que acontecer, os irmãos seguem juntos” (Marcelo Seabra)

“Como todo bom longa de faroeste, A Qualquer Custo é eletrizante. Não é uma super produção do gênero, mas traz tudo que um admirador aprecia: protagonistas cativantes e humanizados, com uma ótima química, humor na medida certa, cenas de ação calibradas e uma história comovente por trás de tudo. O desfecho gera dúvidas, mas é possível entender o que acontece se pegarmos as entrelinhas” (Dani Pacheco)

Daniela Pacheco

Fascinada por cinema desde pequena. Ídolos? River Phoenix, Audrey Hepburn, Wagner Moura e Marion Cotillard.