Destaques Listas

Os Piores Filmes de 2016

5- Independence Day 2

poster-independence-day-ressurgimento-206x300 Os Piores Filmes de 2016O que é:
Depois de vinte anos, os alienígenas voltaram à Terra para terminar o que começaram em Independence Day (1996). E para satisfazer a necessidade que o diretor Roland Emmerich tem de destruição em larga escala. Em Independence Day: O Ressurgimento (ID: Resurgence, 2016), os países aprenderam a trabalhar unidos e o planeta parece totalmente reconstruído, empregando inclusive tecnologia de fora. Nada melhor para unir povos que uma hecatombe. Mas existe aquele risco de um novo ataque, já que o primeiro rendeu muito dinheiro nas bilheterias.

Por que é ruim:
Era questão de tempo até que quase todo o elenco original fosse reunido. Só não podíamos prever que o roteiro seria tão besta e os diálogos, tão horrorosos. Um filme escrito a dez mãos só poderia ser um tanto bagunçado. A trama, previsível, nos apresenta ao possível fim do mundo, já que a tal raça volta sedenta de sangue e os humanos não veem saída. Mas sua força de viver vai prevalecer e eles vão achar uma saída. Ou algo assim. Com todos esses lugares comuns, uma trilha cansativa e óbvia e uma fotografia que não acrescenta nada, essa sequência sem dúvida é bem mais fraca que o anterior. E podemos esperar pelos próximos episódios. (Marcelo Seabra, do blog O Pipoqueiro)


4- Invasão a Londres

poster-independence-day-ressurgimento-206x300 Os Piores Filmes de 2016

O que é:
Bombas, explosões, sangue e Chuck Norris. É isso que Gerard Butler oferece em Invasão a Londres, continuação de Invasão à Casa Branca (2013). Mais um filme que só oferece ação e um roteiro pobre.

Por que é ruim:
Essa segunda tentativa de Gerard Butler em imitar Bruce Willis consegue ser ainda mais mal-sucedida do que a anterior. Pelo menos no filme original, o público se diverte um pouco. A continuação passa bem longe de qualquer nível de qualidade e bom senso.


3- Orgulho e Preconceito e Zumbis

poster-independence-day-ressurgimento-206x300 Os Piores Filmes de 2016

O que é:
Baseado em livro homônimo de Seth Grahame Smith, Orgulho e Preconceito e Zumbis é uma paródia sangrenta e hilária da clássica história de Jane Austen.

Por que é ruim:
A famosa questão da expectativa ataca novamente. Lamentável que os fiascos cinematográficos tenham acontecido justamente com os fãs de zumbis. Essa adaptação enfrentou diversos problemas nos seus bastidores até chegar nesse resultado pífio, no qual você quer enfiar a mão no próprio olho e esticar os dedinhos pelo nariz.


2- Floresta Maldita

poster-independence-day-ressurgimento-206x300 Os Piores Filmes de 2016

O que é:
A trama acompanha Sara (Natalie Dormer), uma garota que viaja dos EUA até o Japão para tentar encontrar a irmã gêmea desaparecida. A suspeita principal é que Jess tenha entrado na floresta para acabar com a sua vida, mas Sara sente que a irmã ainda esteja viva e parte numa jornada para resgatar sua parente. Durante o caminho, ela acaba descobrindo que os espíritos que vivem na floresta sentem o medo nas pessoas e usam isso para criar ilusões e fazer com que as pessoas se matem.

Por que é ruim:
Além dos clichês irritantes (mencionei que temos até mesmo aquele momento em que a protagonista prefere correr para o meio da floresta escura do que ficar parada em um ponto seguro? É a versão de Zada para a mocinha dos slashers movies que prefere subir a escada para os quartos do que abrir a porta da sala e correr para a rua), o roteiro é expositivo. É burro. Ao discutir com o seu parceiro, Sara diz que precisa ir para o Japão buscar Jess. “Ela é a minha gêmea.” Por que não deixar o espectador descobrir isso sozinho?


1- A Quinta Onda:

poster-independence-day-ressurgimento-206x300 Os Piores Filmes de 2016O que é:
A premissa básica é até interessante: os Outros invadem a Terra e provocam diversos ataques, a fim de dizimar a população. Eles cortam a eletricidade, trazem tsunamis, uma forte peste, entre outras “ondas” que não posso falar ou vou dar grandes spoilers. A história central foca em Cassie (Chloe Grace Moretz), adolescente que perde os pais, acaba se separando do irmão Oliver (Ron Livingston) em um refúgio para sobreviventes e tenta ir atrás dele até a base do exército americano onde ele está treinando para combater os Outros. (Dani Pacheco)

Por que é ruim:

A expressão “sem pé e nem cabeça” pode resumir esta tragédia comercial que não possui sentido algum e parece carecer de direção. A Quinta Onda poderia estar, inclusive, numa lista dos “piores filmes que já entraram em cartaz” ou, quem sabe, “filmes que não deveriam jamais ter entrado em cartaz”… Ou ainda, “filmes que não deveriam ter sido feitos”. Este longa começa ruim e, com o passar do tempo e decorrer das cenas, incrivelmente consegue piorar ainda mais. A narrativa é mal contada e caminha às pressas. O elenco é notavelmente amador. Além disso, as cenas e a história são recheadas com uma série de bobagens entaladas. Lamentavelmente algumas pessoas como eu, perderam tempo e dinheiro com este “filme”. O diretor deste filme deveria assistir Godard. (Juliana Vannucchi)

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.