Setembro Amarelo: selecionamos cinco filmes sobre suicídio
Destaques Listas

Top 5: Filmes sobre suicídio

NUNCA É FÁCIL FALAR DE SUICÍDIO. Menos simples ainda é entender a cabeça de quem decide tirar a própria vida. Como esse assunto é pouco falado na nossa sociedade, a campanha Setembro Amarelo tenta preservar a vida e prevenir novas mortes conscientizando as pessoas de que depressão não é brincadeira. Confira alguns dados:

  • A cada 40 segundos uma pessoa se suicida no no mundo, seundo estimativa da Organização Mundial da Saúde;
  • Aproximadamente 800 mil pessoas se matam a cada ano? Um total de 2.200 a cada dia;
  • No Brasil, são aproximadamente 12 mil casos por ano, o que dá uma média de 32 suicídios por dia;
  • A média de suicídios aumentou 60% nos últimos 50 anos.

Maiores informações em www.setembroamarelo.org.br

O Cinema de Buteco apoia integralmente a campanha e nosso editor Tullio Dias selecionou cinco produções que falam abertamente sobre esse tema tão sério. Confira:

As Virgens Suicidas

Dirigido por Sofia Coppola, o longa-metragem conta a história de cinco irmãs adolescentes que convivem com a rigidez dos pais. Depois que uma das irmãs se mata, a vida da família se transforma e as outras garotas tentam encontrar um meio de escaparem das regras cada vez mais rígidas em casa e poderem desfrutar um pouco do que é estar vivo.

Primeiro trabalho de Coppola, o filme tem Kirsten Dunst, James Woods, Kathleen Turner e Josh Hartnett no elenco. As Virgens Suicidas mostra como o ambiente familiar pode deixar de ser um local de conforto e segurança para se transformar numa verdadeira prisão da alma. As adolescentes não possuem liberdade de aproveitarem a vida como todos os colegas e perecem lentamente. A personagem de Dunst, por exemplo, começa a usar a sua sexualidade como válvula de escape para a sua depressão. Filmaço. Pesado.

As Vantagens de ser Invisível

O suicídio é parte onipresente nessa adaptação do romance de Stephen Chbosky, que também cuidou do roteiro e direção. As Vantagens de ser Invisível conta a história de um adolescente de 15 anos que está se recuperando de uma crise depressiva depois que seu melhor amigo se matou. Charlie (Logan Lerman) encontra conforto na companhia de Sam (Emma Watson) e Patrick (Ezra Miller) e vai descobrindo o quanto é difícil amadurecer.

O grande motivo de As Vantagens de ser Invisível ter roubado o lugar de Garota, Interrompida ou Ensina-me a Viver (ou até o surpreendente Como eu Era Antes de Você) é por mostrar como é sofrer com grandes traumas e conviver com a depressão durante a adolescência. Enquanto a maioria dos colegas transborda alegria e você observa quieto no canto sem sentir que pertence ou merece participar da festa.

Os Últimos Dias

Livremente inspirado nos últimos dias de Kurt Cobain, vocalista do Nirvana, esse longa comandado por Gus Van Sant é uma verdadeira pedrada emocional sobre um homem (Michael Pitt) que perde a batalha para seus medos e vícios. Como é tradicional na filmografia do cineasta, a solidão do protagonista recebe uma atenção toda especial.

Últimos Dias é um filme pesado. Não é daqueles que você consegue assistir em um dia comum, é preciso esperar por um daqueles momentos em que nada deu certo e você está amargando uma fossa no conforto da sua cama. Quando apenas a sua parede serve de segurança, aquela companhia que não vai te abandonar nunca.

Despedida em Las Vegas 

Nicolas Cage interpreta um alcoólatra que viaja para Las Vegas com a intenção de literalmente beber até morrer. No meio da sua jornada etílica, ele se envolve com uma prostituta e ambos se conectam através de toda a tristeza e solidão que cerca cada um deles.

Assim como Farrapo Humano, Despedida em Las Vegas é obrigatório para quem se interessa pelo tema alcoolismo. Além de mostrar uma atuação que pode surpreender quem não conhece o passado de Nicolas Cage no cinema, a obra mostra toda a decadência de um homem rumo a uma morte lenta e consciente. Chama muito a atenção todo o romance vivido pelos personagens de Cage e Elisabeth Shue, já que ambos se respeitam por suas escolhas autodestrutivas para lidar com a vida.

Despedida em Las Vegas está na nossa lista de melhores filmes de 1995.

Uma Longa Queda

Olhem bem a responsabilidade de Uma Longa Queda nessa lista. Minha intenção original era falar do sensível Direito de Amar, mas acredito que a gente precise tentar mostrar um lado mais otimista sobre o suicídio. Através dessa comédia de humor negro, que não foi nada bem recebida pela crítica, nós conhecemos quatro pessoas decididas a acabarem com as suas vidas no alto de um edifício famoso por ser o local em que várias pessoas decidem subir para se matarem.

Uma Longa Queda é ousado por se arriscar a fazer piada com um tema considerado proibido. Sem ridicularizar a condição do suicida em momento algum, o sucesso do filme está em tentar mostrar que sempre existirá esperança, por pior que seja o momento, maior que seja a dor, encerrar a vida bruscamente não é uma resposta.

Baseado num livro de Nick Hornby (Alta Fidelidade)

Buteco Literário Indica:

“Pelo menos, estou determinada a ser direta. Meu irmão se matou. Na nossa garagem. Com um rifle de caça. Isso faz com que pareça o jogo mais cruel do mundo, mas é isso. ”

O livro conta a história de uma garota de 18 anos que está passando por um momento bastante complicado em sua vida: seu irmão mais novo acaba de cometer suicídio, o relacionamento com seu pai não é dos melhores desde que ele e sua mãe se separaram e ela está em processo para entrar em uma das mais importantes universidades dos Estados Unidos.

O-Ultimo-Adeus-Cynthia-Hand-Darksidebooks-Cinema-de-Buteco-3-838x429 Top 5: Filmes sobre suicídio

No meio dessa rotina agonizante em que nada melhora, Lex e sua mãe começam a sentir a presença do irmão, e, para curar essa perda trágica, Lex passa a frequentar a terapia mesmo sem muita crença no tratamento. Como parte das atividades, seu terapeuta recomenda que a garota escreva um diário para tratar seus sentimentos retraídos. E é nesse momento que você se envolve com Lex, assim como se envolve na vida do seu melhor amigo. Confira a resenha completa aqui.

Ficha TécnicaO-Ultimo-Adeus-Cynthia-Hand-Darksidebooks-Cinema-de-Buteco-3-838x429 Top 5: Filmes sobre suicídio

Título | O Último Adeus

Autora | Cynthia Hand

Páginas | 368 páginas

Coleção | DarkLove

Editora | DarkSide Books

 

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.