Top 5: Os melhores lançamentos de janeiro nos cinemas | Cinema de Buteco
Destaques Top 5

Top 5: Os melhores lançamentos de janeiro nos cinemas

O CINEMA DE BUTECO SELECIONOU OS MELHORES LANÇAMENTOS DE JANEIRO NOS CINEMAS e apresenta os cinco principais agora. Como não podia deixar de ser, os indicados ao Oscar se destacam na preferência da turminha do barulho que faz o site. Qual é o seu favorito?

5- Moana

Moana é mais uma bela animação da Disney que mistura o bonito apelo visual, próprio para atrair as crianças, e os bons temas tratados, que certamente vão atrair os adultos. Questões relacionadas a identidade, natureza, propósito de vida, necessidade de agradar, entre outras, são tratadas de forma leve, divertida, e com belas canções, uma delas lembradas no Oscar, assim como na categoria melhor animação. (Marcelo Seabra, do blog O Pipoqueiro)

4- Manchester a Beira-Mar

“Trata-se de um arco dramático clássico – um homem solitário (Casey Affleck), à altura de seus trinta e tantos, acompanhado por arrependimentos que o impedem de seguir em frente – aliado a um conflito igualmente tradicional – a chegada de uma responsabilidade inesperada (o sobrinho Patrick, papel do carismático Lucas Hedges) que o obriga a, enfim, mover-se adiante -, e o resultado é que isto surpreendentemente não empalidece a obra.”

3- Até o Último Homem

Até o Último Homem é um filme obrigatório para qualquer cinéfilo entusiasta com produções que retratem a Segunda Guerra Mundial através da perspectiva dos heróis da vida real. Conhecer a história de homens e mulheres que tiveram papel fundamental nesse triste episódio da humanidade é sempre inspirador – especialmente quando temos um diretor competente e um elenco afiado.

2- Sete Minutos Depois da Meia-Noite

Parecia apenas uma trama cheia de aventura e fantasia sobre uma criança lidando com seus pesadelos e monstros, mas Sete Minutos Depois da Meia-Noite é um drama pesado sobre perda e amadurecimento.

1- La La Land: Cantando Estações

Sebastian (Ryan Gosling) é um pianista de jazz apaixonado pela arte. Ele acaba de perder o seu emprego num bar e começa a buscar alternativas para abrir o seu próprio negócio. Mia (Emma Stone) é uma garçonete aspirante a atriz, que coleciona fracassos nos seus testes para realizar o seu sonho. A vida dos dois se entrelaça por acaso, até que o amor pela arte os une para enfrentarem juntos os desafios necessários para serem felizes.

La La Land é basicamente um filme sobre o amor. Não apenas do tipo romântico ou sexual, daqueles que você pode sentir por uma ruiva como a Emma Stone, mas pela realização de nossos sonhos. É lindo ver como o casal funciona como uma unidade para encontrar maneiras de tornar possível as aspirações profissionais de cada um. Mia enfrenta rejeição atrás de rejeição, ao mesmo tempo que Sebastian se vê obrigado a tocar num projeto em que não acredita, mas que lhe dará o dinheiro. Ambos sofrem e se consolam mutuamente, pois acreditam em dias melhores. E isso é inspirador pra caralho.

Redação do Buteco

Cinema por quem entende mais de mesa de bar.