Review: Game of Thrones s06e07 - "The Broken Man"
Game of Thrones

Review: Game of Thrones s06e07 – “The Broken Man”

Game of Thrones não cansa de deixar os seus fãs sorrindo de orelha a orelha nesta sexta temporada. Parece até que os produtores decidiram compensar o ritmo lento do ano anterior para injetar doses pesadas de emoções e adrenalina nas TVs dos telespectadores.

Em “The Broken Man”, sétimo episódio, os produtores continuaram no clima de preparação que tomou conta do capítulo na semana passada, mas adicionaram surpresas, revelações e um inesperado retorno que parece levantar uma teoria discutida em um dos hanGOTS, nosso programa semanal no YouTube. A Path Torres comentou sobre a possibilidade do Cão ser o escolhido do Alto Pardal para participar do julgamento por combate de Cersei. Ou seja, ele lutaria contra o próprio irmão.

A aparição do Cão queimado mais feio de Westeros foi uma surpresa enorme. Primeiro porque tudo aconteceu como uma introdução, antes mesmo da abertura de Game of Thrones. Segundo porque  nós todos estamos fazendo aposta para descobrir quando Gendry irá parar de remar e reaparecer na série… De qualquer maneira, o título do episódio é uma referência direta a ele e por conta dessa “importância”, parece possível considerar a chance desse confronto realmente acontecer.

Falando na abertura, repararam que ela foi bem diferente essa semana? Além da arte com os mapas apresentar animações inéditas, ainda tivemos uma ligeira modificação no tema musical. Qual o motivo disso, afinal? Como disse a minha amiga Luiza Tomanigni, até mesmo a fotografia sempre escura recebeu um brilho especial. Será que o Cão terá um papel maior nessa guerra que está por vir?

A união de Sir Davos à causa de Jon Snow e Sansa Stark apresentou bons frutos. Os dois jovens são inexperientes demais para conseguirem comover outros para a sua luta, ao contrário de Davos. O discurso dele para conseguir a ajuda da pequena casa Mormont (e seus 62 homens) é um dos detalhes políticos que diferenciam Game of Thrones de outras séries. Não existe outra obra que misture lobos, gigantes, feiticeiros, guerreiros, dragões, zumbis e política. E nudez, claro. Importante.

Jaiminho recebeu a sua missão de ajudar na recuperação de Correrio. Que incrível a sequência em que o Regicida confronta o lendário Peixe Negro. São dois homens fortes e importantes, mas que estão dispostos a tudo para cumprir as suas ordens e/ou convicções. A experiência de Jaime em combate não será o suficiente para vencer a estratégia de quem conhece bem o seu ambiente de combate e está disposto a lutar por até dois anos antes de morrer de fome. Teremos episódios épicos nas próximas semanas…

Por último, que alívio ter a confirmação que pau que nasce torto nunca se endireita: Margeary não sofreu nenhuma lavagem cerebral e está fingindo para conseguir a confiança do Pardal. Por mais que eu não goste da Cersei, estou torcendo pelo momento em que ela mandará o zumbi enorme dela exterminar com o velhote. Quero sangue. Como não faltou na tentativa de assassinato da pequena Arya. Curioso o paralelo de ver o Cão voltando tão bem e a jovem Stark morrendo de tanto sangrar pelos cantos da cidade…

Muito reconfortante aguardar a semana inteira com tanta expectativa pelo próximo episódio e saber que a série consegue superar as nossas previsões mais otimistas. Entramos agora na reta final com apenas mais três episódios antes do fim do sexto ano. Não sei vocês, mas eu estou gostando pra caralho.

Assista ao hanGOT #7 com Tullio Dias e Path Torres discutindo o episódio “The Broken Man”:

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.