Scream Queens Séries

Review: Scream Queens s01e08 – “Mommy Dearest”

Review Scream Queens s01e08

Scream Queens volta a patinar, mas desta vez com um daqueles episódios com poucos momentos muito inspirados e outros que estão lá apenas para criar as situações a serem desenvolvidas no futuro. Pelo menos existiram cenas divertidas para os telespectadores mais exigentes, além de mais uma morte para a conta dos demônios vermelhos.

Estava esperando ansiosamente pelo episódio que faria homenagem a Psicose, de Alfred Hitchcock. Munsch (Jamie Lee Curtis) deu um verdadeiro show com uma das sequências mais engraçadas de toda a série. Primeiro com a referência óbvia à famosa cena do banho, que se transforma em piada, e depois por mostrar o quanto a personagem é durona e provavelmente será uma das últimas a serem assassinadas pelo demônio vermelho.

Questão: será que o terceiro assassino envolvido nessa sequência inicial era Gigi? Acredito que as mãos eram de uma garota e nenhuma outra personagem caberia naquela situação.

O que me faz gostar mais de Scream Queens são os monólogos bizarros e politicamente incorretos de Chanel (Emma Roberts). De vez em quando o roteiro falha em criar situações realmente engraçadas e que mostram o quanto a personagem vive num mundo paralelo, mas em muitas oportunidades os roteiristas acertam em cheio e garantem a nossa risada. Nesse episódio em especial, a atuação de Roberts é mais discreta, pelo menos até a cena final em que pede desculpas com uma inesperada sinceridade a uma inconformada Grace (Skyler Samuels).

E o que torna Grace inconformada é a revelação de que a sua mãe era uma filha da puta na época da faculdade e sacaneava geral. Ao descobrir que seu pai mentiu sobre a mãe, Grace fica perdida. Ainda mais depois de descobrir que Gigi está envolvida na conspiração com o bebê que nasceu naquela fatídica noite 20 anos atrás.

Por último, o retorno de Nick Jonas é apresentado como algo que deveria ser engraçado. Bem. Não é. Não foi. Não deu certo. Espero que o personagem volte fazendo alguma coisa pela série…

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.