Review: Scream Queens s01e10 - "Thanksgiving" | Cinema de Buteco
Séries e TV

Review: Scream Queens s01e10 – “Thanksgiving”

O Cinema de Buteco adverte: o review a seguir possui spoilers e deverá ser apreciado com moderação.

Review-Scream-Queens-Thanksgiving Review: Scream Queens s01e10 - "Thanksgiving"
Irregularidade é a palavra de ordem nessa primeira temporada de Scream Queens. Oscilando entre episódios hilários com outros tediosos, a criação de Ryan Murphy vai sobrevivendo aos trancos e barrancos. Felizmente, o décimo episódio é competente ao estabelecer a tensão e aumentar as nossas suspeitas em torno da verdadeira identidade do demônio vermelho.

“Thanksgiving” é uma bela maneira de retratar as famigeradas reuniões familiares de final de ano. Cada um dos personagens passa por seus respectivos problemas e conflitos com seus pais e acabam descobrindo que a melhor coisa seria se todos ficassem realmente juntos para cortar o peru e se divertirem juntos trocando acusações. Uma tradicional família, claro.

Destaque para a família esnobe de Chad Radwell. Eles são tão babacas que parecem ter um tesão especial em pronunciar seu sobrenome em voz alta. Se Chanel Oberlin nos diverte com sua falta de noção e humanidade, os Radwell nos fazem rir e sentir desprezo ao mesmo tempo – mesmo sendo uma paródia dos ricaços que existem por aí, difícil não se incomodar. No entanto, vale apreciar a breve participação de Chad Michael Murray (One Three Hill) como um dos irmãos mimados de Chad.

Mais do que nos divertir, o décimo episódio cria uma confusão mental em nossas mentes. Desconfiava da personagem de Abigail Breslin, mas realmente é difícil afirmar que ela realmente seja a irmã de Boone. Se a gente pudesse supor que a série trabalha com uma ordem cronológica respeitável (e lógica), poderíamos excluir outras personagens, mas Scream Queens é 100% zoeira e tudo é possível.

Para manter a média de uma morte por episódio, somos surpreendidos com a cabeça de Gigi no lugar do peru de Ação de Graças. A diferença é que o Demônio Vermelho não foi mostrado cometendo mais esse assassinato, como é o normal da série. A morte da personagem é inesperada, já que deixa claro que os irmãos encapetados estão dispostos a tudo para conseguirem sua vingança. Fico apenas um pouco preocupado se a revelação final fará sentido depois de toda essa loucura.

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.