Review: The Walking Dead s06e02 - "JSS" | Cinema de Buteco
Séries e TV The Walking Dead

Review: The Walking Dead s06e02 – “JSS”

The-Walking-Dead-s06e02 Review: The Walking Dead s06e02 - "JSS"

O que me faz gostar mais de The Walking Dead (além dos zumbis, óbvio) é o desenvolvimento dramático dos seus protagonistas. Vez ou outra aparecem uns gatos pingados com a única funcão de morrerem, e isso é meio chato, mas na maioria das vezes temos boas surpresas e revelações, como mostra esse episódio 2 da sexta temporada.

Em “JSS” descobrimos a origem de Enid, aquela adolescente com cara de cu que conquistou o coração do nosso querido Carlinhos (Carl, para os não-íntimos). Tudo acontece rapidamente com uma narrativa fragmentada em que assistimos a vários estágios da personagem sobrevivendo sozinha até encontrar Alexandria.

O episódio acontece paralelamente ao anterior, o que impossibilita a participação de Rick e diversos outros personagens. Isso abre espaço para assistirmos a mais um show da Carol, que esquece o seu disfarce para salvar a vida das pessoas durante um ataque do grupo Wolves. Aliás, fica a questão no ar de como será a vida na comunidade após serem fortemente atacados. Finalmente entenderam o que Rick quis dizer quando falou do mundo exterior, mas será que os sobreviventes darão conta de superarem esse trauma?

Uma pena que a opção da diretora Jennifer Lynch tenha sido de deixar o telespectador tão cego quanto os próprios personagens. O ataque é confuso e em momento algum a câmera toma partido do ponto de vista dos inimigos. É uma lógica interessante, afinal cria empatia com os sobreviventes e nos deixam angustiados sem entender de fato o que está acontecendo, mas mesmo assim, a execução não parece ter sido das melhores. O tempo inteiro só vimos gente levando machadada, tiro e hora nenhuma dá para saber quem está atacando quem.

LEIA TAMBÉM:
Segunda temporada de Fear the Walking Dead terá episódios em alto-mar

Interessante observar o momento em que Carlinhos perdoa o padre Gabriel e se disponibiliza para treiná-lo. O Padre é um personagem que pode acrescentar muito nas questões morais de The Walking Dead, mas ele precisará de muito esforço para vencer a antipatia inicial criada desde seu primeiro momento na série e que atingiu altos níveis no final da temporada passada.

Agora é esperar mais uma semana para descobrir os efeitos desse ataque na cabeça dos sobreviventes de Alexandria e como eles enfrentarão a orda de zumbis que se aproxima calmamente.

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.