Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Onde está a Felicidade?

0

MAS… ONDE ESTÁ ESSA TAL FELICIDADE? Essa é a pergunta que o filme Onde está a felicidade? tenta responder. Carlos Alberto Ricelli (diretor) utiliza a mesma formula dos filminhos de comédia com uma pitada de lição de vida. No início, é um corre – corre só. No meio, piadas envolvendo sexo e alguns palavrões. E no final, assim como nas fabulas, uma tentativa ingênua de deixar alguma lição de moral. SIM, meus caros leitores. Não teremos muitas surpresas, mas querendo ou não a perguntinha do filme faz você questionar, nem que seja uma vez sobre a sua felicidade.

- Advertisement -

Mas enfim, vamos ao filme. A sinopse é básica, simples. Nando (Bruno Garcia) é esposo de Teodora (Bruna Lombardi), eles vivem a famosa crise da meia idade. Casados há 11 anos, “bem empregados” (ele um comentarista esportivo apaixonado e corintiano doente; ela uma apresentadora de um programa culinario – bem tipico Ana Maria Braga.). Até então os dois viviam uma vida simples.. pacata e sem muitas novidades. Até que um dia tudo muda quando ela descobre uma “traição virtual” do seu maridão. De choro em choro, calmantes em calmantes ela resolve se reencontrar espiritualmente no santuário de Santiago de Compostela, na Espanha ao lado de seu diretor, Zeca(Marcello Airoldi), que vê a possibilidade de criar uma nova atração televisiva, e Milena (Marta Larralde), sobrinha de sua maquiadora Aura (Maria Pujalte).. É ai que vem a sacada da pergunta do filme. Teodora resolve procurar a felicidade. Vivendo algumas aventuras.

SIM, companheiros, a meio de tantas loucuras.. que Teo descobri que a felicidade está no Caminho, na travessia. Simples assim.

Mas calma, a meio de um roteiro simples o filme apresenta alguns pontos favoráveis, com ótima sonorização e excelente fotografia, valorizada pelas lindas paisagens da Espanha  e do Piauí (que cai de paraquedas na história, somente por ter financiado o filme). O melhor de tudo, porém, é a saborosa trilha sonora, que inclui Arnaldo Antunes, Gilberto Gil,Adriana Calcanhoto, e até a mexicana Julieta Venegas, podemos destacar também a fotografia que parece ter se inspirado nas comédias do espanhol Pedro Almodóvar, ideia reforçada pela cenografia extravagante e super-colorida, e pelos figurinos e penteados femininos bem peculiares.

Enfim, respondendo a pergunta do filme, a felicidade é só questão de ser!
Veja a entrevista com o ator Bruno Garcia!