Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Filme: Música, Amigos e Festa

0

Música, Amigos e Festa é uma daquelas obras que todo mundo que vive música deveria assistir e se deliciar sem moderação.

musica amigos e festa

O MUNDO DA MÚSICA É CHEIO DE PRECONCEITOS. Os puristas não acreditam que ficar na frente do computador programando sons digitais seja fazer música realmente. Em partes, concordo completamente com esse argumento. Por melhor que seja um desses artistas digitais sonoros, não é música se não tiver sentimento. Se não emocionar e tocar a alma, não vale a pena. Música, Amigos e Festa (We Are Your Friends) é uma produção que tenta provar (com sucesso) que existem Djs capazes de criar em seus computadores músicas reais.

- Advertisement -

Zac Efron já havia me conquistado no ano passado com as comédias Namoro ou Liberdade e Vizinhos. Desta vez, com uma pegada um pouco mais séria, o acompanhamos na pele desse jovem e ambicioso DJ chamado Cole, que consegue chamar a atenção de um artista renomado e começa a conquistar seu espaço no mercado. O problema é que ele se apaixona pela namorada do seu “padrinho” e sabe como é… vai dar merda.

Felizmente, o roteiro de Música, Amigos e Festa não se concentra nesse triângulo amoroso. Ele está lá, é importante, mas não ofusca as relações de vida e o amadurecimento pessoal de Cole. Além de descobrir o amor, o personagem encara um primeiro emprego muito lucrativo, mas com valores morais questionáveis. Ao lado dos seus melhores amigos (cada um deles com seus próprios problemas para resolver), Cole está naquela fase em que precisa escolher se vai viver ou apenas sobreviver. Com tantos conflitos a serem resolvidos ao longo da narrativa, é impressionante como a obra consegue manter o ritmo sem se atropelar, deixar coisas mal resolvidas pelo caminho ou não perder o foco no seu protagonista e no seu amor pela música.

Aliás, “We Are Your Friends” é também o nome de um remix que o duo J.U.S.T.I.C.E. Fez de “Never Be Alone Again”, do Simian, em 2006. Além de dar o título do longa-metragem, ela descreve a moral da história com essa relação de amizade e amor pela música. Quando estamos num palco, quando estamos ali fazendo a nossa arte e todas aquelas pessoas ficam nos observando, não existe sensação melhor. Os solitários encontram sua paz e tudo faz sentido, e como é o caso do nosso protagonista, é a realização de um sonho.

Sou suspeito para falar de produções cinematográficas que falem de música. Todos os aspectos técnicos e que necessitariam de uma análise “embasada” são completamente ignorados porque não importa se o diretor errou ou acertou, se o roteiro é óbvio ou incrível, se os atores são bons ou ruins: quando você faz a coisa com a amor e consegue contar uma história que acerte em cheio em nossos corações, nada importa. Música, Amigos e Festa está longe de ser um clássico ou uma produção impecável, mas se tratando de sentimento, é um dos melhores filmes de 2015 e os apaixonados por música entenderão isso muito bem.