Os 30 Melhores Filmes de Terror dos Anos 2000

O Homem Sem Sombra

Paul Verhoeven é um cineasta com fetiches em trabalhar com elementos sádicos e moralmente questionáveis. Em O Homem Sem Sombra, o diretor tem a sua oportunidade de modernizar o clássico Homem-Invisível e mostra o que cientistas inescrupulosos são capazes de fazer quando ninguém mais o está enxergando. Filmaço que merece uma atenção especial.

O Colecionador de Corpos

“Se você é fã de gore, O Colecionador de Corpos é 100% para você. Escrito e dirigido por Marcus Dunstan (responsável pelas continuações da franquia Jogos Mortais), esse é um filme que nos deixa aflitos do começo ao fim. É como se Esqueceram de Mim fosse misturado com Jogos Mortais e o resultado fosse essa trama sobre um ladrão que invade uma casa ao mesmo tempo em que outra pessoa está lá dentro torturando os moradores. Isso que é azar. Filmaço!”

O Exorcismo de Emily Rose

Emily, uma moça católica, pede ajuda a um padre após começar a ter alucinações. Porém, ela morre durante o exorcismo e o padre vai a julgamento. Filme amplamente divulgado, na época, como terror e “baseado em fatos reais”, que acaba trabalhando muito mais a batalha entre religião e ciência dentro de um tribunal do que tendo o propósito que muitos esperam: assustar. (Natalia Ranhel, do blog Crítica em Cena)

Wolf Creek

Wolf Creek apresenta um dos assassinos mais arrepiantes do cinema nos anos 2000. O australiano bonachão da foto é a encarnação do cão chupando manga e serve como aviso para os inocentes turistas visitando pontos turísticos na Austrália tomarem cuidado quando receberem ajuda demais. O longa-metragem conta a história de três jovens que são torturados por um maníaco e tentam escapar da morte certa. Extremamente violento, o ponto alto está no sadismo do vilão.

Viagem Maldita


Na maioria das vezes em que um clássico do horror recebe uma refilmagem o resultado deixa a desejar. Alexandre Aja teve a difícil missão de modernizar Quadrilha dos Sádicos, uma das obras-prima do mestre Wes Craven. Por incrível que pareça, o cineasta conseguiu um resultado considerado por muitos superior ao original. A trama mostra uma família que fica presa no meio do deserto durante uma viagem e começa a ser perseguida por um grupo de mutantes canibais. Aproveitem que é muito raro a gente recomendar um remake!

Os Estranhos


Vendido como uma história verídica (na verdade, ele é inspirado livremente em casos policiais e de experiências pessoais do diretor), Os Estranhos estreou no final dos anos 2000 e tem como maior trunfo a sua frieza. Os espectadores não recebem maiores informações sobre o trio de psicopatas que aterrorizam a madrugada do casal vivido por Liv Tyler e Scott Speedman e assistem apreensivos a toda destruição e violência que eles causam. 

A Casa do Diabo


Que o cinema sempre teve uma obsessão em retratar aquilo que pertence ao passado não é novidade. Porém, raramente se vê a nostalgia guiando tanto um realizador quanto o jovem Ti West em The House of the Devil. Clássicos letreiros iniciais com frames que se congelam ao exibir os nomes dos atores e de seus respectivos personagens, penteados, trajes e objetos (que vão de walkman cassete a aparelho telefônico de disco) são alguns “truques” usados para The House of the Devil nos transferir ao terror oitentista, prevendo um valor atemporal que hoje dita o que se produz hoje no gênero, como se testemunha com os sucessos de Corrente do Mal, Invocação do Mal, Somos o que Somos, A Entidade, entre outros. (Alex Gonçalves, do blog Cine Resenhas)

Behind the Mask: The Rise of Leslie Vernon

“O grande barato dessa produção é o seu alto teor cômico e uma ironia bem ácida. Por Trás da Máscara se passa num universo em que Jason, Freddy e tantos outros assassinos da ficção são reais. O psicopata Leslie Vernon estuda todos esses casos e convida um grupo de jovens documentaristas a acompanhá-lo em sua grande “estreia”. Aguarde por muita falta de noção e um senso de humor perverso.”

Pontypool

“Pontypool conduz o terror com mais sugestão do que exposição – e esta abordagem é a que mais me agrada no gênero. Além disso, ainda insere uma reflexão inesperadamente instigante a respeito do poder da comunicação em nossa espécie.”

Sem Saída

“Escrito e dirigido por James Watkins (que anos depois comandaria o horroroso A Mulher de Preto), o longa-metragem conta a história de um casal jovem e apaixonado que passa um final de semana num lago e cruza o caminho de delinquentes juvenis dispostos a tudo para causarem dor e problemas. Com Michael Fassbender e Kelly Reilly.

Dentro de suas limitações, é um filme eficiente e que conta com um elenco inspirado, além de uma direção competente em deixar os espectadores tensos com a menor expectativa de fuga da nossa heroína.”

2000200120022003200420052006200720082009A Casa do DiaboA Espinha do DiaboAlta TensãoAnticristoArrasta-me Para o InfernoAtividade ParanormalBehind the Mask: The Rise of Leslie VernonCabana do InfernoCães de CaçaCidade dos SonhosDeixa Ela EntrarExterminioExtermínio 2Jogos MortaisMadrugada dos MortosMártiresMedoO Abismo do MedoO AlbergueO ChamadoO Colecionador de CorposO Exorcismo de Emily RoseO GritoO Homem Sem SombraO HospedeiroO NevoeiroO OrfanatoOs EstranhosOs OutrosPontypoolPossuídosPremoniçãoPulseRecRejeitados Pelo DiaboSem SaídaTriângulo do MedoViagem MalditaWolf CreekZumbis na Neve
Comentários (0)
Fazer Comentário