Buteco Literário Colunas

Resenha: Jogador Nº1 – O futuro está nos anos 80!

Lançado originalmente em 16 de agosto de 2011, o primeiro livro escrito por Ernest Cline não para de conquistar novos leitores após a confirmação de que Jogador Nº1 seria adaptado para os cinemas e dirigido por Steven Spielberg.

Jogador Nº1 é um livro que se passa em um futuro quase que apocalíptico. É 2044, o mundo está passando por uma grave crise energética devido ao esgotamento do petróleo, muitas pessoas estão desempregadas, passando fome e vivendo de forma deprimente. Com tamanho caos, os indivíduos buscam uma forma de escapismo e encontram esse refúgio no OASIS, uma espécie de universo digital ao estilo Second Life. Ao colocarem os óculos de imersão, as pessoas vão a um local perfeito, com acesso a educação, cultos religiosos, festas, jogos e o melhor: tudo de graça.

“O ser humano é uma porcaria na maior parte do tempo. Os videogames são a única coisa que tornam a vida suportável.”

tumblr_o2aq4vpQeU1tcxkqzo1_1280

Com o criador do OASIS à beira da morte e sabendo que algumas empresas estão tentando comprar o servidor para cobrar mensalidade e aplicar publicidade online, ele decide criar uma espécie de caça ao tesouro para definir quem será o herdeiro de todo o OASIS e sua fortuna incalculável. Tal atitude cria uma comoção gigantesca em todo o mundo, fazendo com que as pessoas fiquem ainda mais fascinadas pela plataforma criada por James Halliday, mas logo se esfria por ninguém encontrar nenhuma dica deste caça ao tesouro.  É quando Wade Watts, um adolescente de 17 anos, gordinho, gamer e pobre encontra o primeiro easter egg que tudo começa a mudar e a caçada volta a ser tema no mundo inteiro.

“Por mais assustadora e dolorosa que a realidade possa ser, é também o único lugar onde se pode encontrar a felicidade de verdade. Porque a realidade é real.”

Com o nome de ‘Parzival’, o avatar de Wade vira uma espécie de celebridade, mudando sua vida de cabeça para baixo e correndo muitos riscos a partir de então. Assim como em Matrix, Wade é perseguido tanto no mundo real quanto no mundo virtual, impedindo que o garoto chegue primeiro ao prêmio e tire das empresas a oportunidade de monetizar o OASIS.

tumblr_o15rd88gOJ1rcfgqmo1_1280

Apesar do livro se passar em um futuro apocalíptico, o autor consegue reviver grandes memórias e trazer à tona a cultura pop dos anos 80, criando uma hype retrô no futuro! Afinal, todos os easter eggs estão associadas à juventude do criador do OASIS: os anos 80. As referências vão desde games como Black Tiger, Dungeons of Daggorath, Joust, Tempest e Zork e Dungeons & Dragons; filmes como Curtindo a Vida Adoidado, De Volta Para o Futuro, Blade Runner, Laranja Mecânica, Os Caça-Fantasmas, Goonies, O Feitiço de Áquila, Monty Python em Busca do Cálice Sagrado, A Vingança dos Nerds e Negócio Arriscado; e muita música e séries de TV.

E não é apenas nos personagens que Halliday consegue trazer essa nostalgia. Ao ler esse livro, você vai se identificar, relembrar muitas cenas icônicas e vai ter vontade de rever muitos filmes! Jogador Nº1 é um livro com uma típica saga do herói, muitas provas de amizade, nostalgia e reflexão. Afinal, quem é que não foge do mundo real e passa horas em seus OASIS? A vida virtual acaba sendo muito mais fácil, mas não anula a realidade.

tumblr_nvpzz7JOKC1utit8po1_1280

É preciso falar também que o livro comete algumas falhas. Enquanto Cline constrói um excelente universo virtual, o mundo real é deixado de lado e é poucas vezes comentado. Se você quer saber como está este mundo em crise, com pessoas desempregadas, é melhor esquecer. Outro problema presente nesta obra futurista é a falta de sentido na crise energética. Ela é citada no início, mas tudo funciona perfeitamente bem, inclusive o servidor do OASIS e o lastimável estado de pobreza da população que é esquecido e todos possuem gadgets e acesso à internet. Além de alguns personagens estereotipados e apelação para Deus Ex Machina, vale ressaltar. Apesar dessas ressalvas, o livro é um excelente divertimento para quem deseja uma leitura simples e rápida.

A adaptação cinematográfica, que antes estava agendada para 15 de dezembro de 2017, passou para 30 de março de 2018 nos Estados Unidos para evitar a concorrência com ‘Star Wars: Episódio 8’.

jogador-numero-1-capaTítulo: Jogador Nº 1

Título Original: Ready Player One

Páginas: 464

Autor: Ernest Cline

Editora: Leya

Gênero: Ficção Científica, Distopia, Infanto-juvenil;

Ano: 2012

ISBN: 9788580442687

Felipe Borba

Nasceu no Pará, cresceu no Maranhão e vive em Minas Gerais. Além de se considerar um explorador da natureza; Felipe é publicitário com especialização em Marketing Estratégico, é viciado em novas tecnologias, queria ser adotado pelo Neil Gaiman e tem mais livros do que dá conta de ler.