Animais Unidos Jamais Serão Vencidos

por Lud



Ao iniciar nosso filme temos cinco ambientes diferentes. No primeiro estamos em uma Savana Africana onde temos: o leão Sócrates, uma girafa, um macaco que finge ser o oráculo da selva e ainda é um cabeleireiro, um leopardo, urubus, rinocerontes, um grupo de búfalos onde um deles possui dentes de ouro, uma elefanta, Billy – o suricato, sua mulher e seu filho Junior.


No segundo ambiente estamos em uma ilha onde vivem um casal de tartarugas com mais de 700 anos. O terceiro é uma espécie de pólo norte onde vive uma ursa polar. O quarto é a Austrália onde de inicio temos um canguru e um coala. Eles se deparam com um homem que possui bebidas enlatadas, porém ao iniciar um incêndio na floresta, ele vai embora deixando as latas caírem, o canguru vai pegar e o coala foge. Logo depois de se afastar do incêndio o canguru encontra um diabo da tasmânia, a quem lhe chama de Taz – isso me lembra o desenho Looney TunesO quinto e último ambiente é um navio aparentemente francês onde temos um frango chamado Pierre que está prestes a virar refeição, mas consegue fugir.

  
Em cada um dos cinco ambientes temos um tipo de devastação. No primeiro temos a falta de água, no segundo a contaminação das águas, no terceiro o derretimento das calotas polares, no quarto o desmatamento e no quinto uma simples questão de cadeia alimentar. Ao longo do filme o cenário que se tornará principal será a África, o restante de nossos personagens fogem de seus ambientes de origem e acabam se encontrando em alto mar buscando uma nova terra, eles viajam dentro de uma banheira. Enquanto nossos viajantes não chegam, Billy – o suricato, não consegue buscar água e é zombado pelos amigos de seu filho, deixando Júnior decepcionado. Tal situação faz com que Billy vá procurar água mais longe, tendo que passar pelo Vale da Morte – uma espécie de cânion, onde vive um leopardo, seu amigo Sócrates lhe faz companhia. No meio do caminho eles encontram nossos viajantes. A ursa polar se sente fraca e com sede e as tartarugas estão cansadas, logo Pierre resolve cuidar deles enquanto Taz e o canguru se juntam aos outros para procurar água.

O grupo de animais descobre um grande muro de concreto que segura a água para um luxuoso hotel. Descobrem os humanos e os acham muitos estranhos. O leão e Billy invadem sem querer uma conferência no hotel e um caçador vai atrás deles. Dentro do hotel conhecemos um macaco doméstico que tem acesso livre e ajuda os outros animais a se esconderem, mas apesar de conseguirem fugir, o leão é pego. A filha do dono do hotel é contra reter a água para ganhar lucro com o empreendimento enquanto os animais passam sede, a menina tem um papel importante ao longo do filme. O restante dos animais da África são convocados e ficam sabendo sobre a barragem, então eles se unem para lutar por seys direitos e defender o seu lar, em um pedido para que o ser humano respeite a natureza.
Acrescentando umas observações, notei que as tartarugas possuem a mesma face da árvore falante do desenho Pocahontas. Outra é que os animais possuem características humanas, além de falarem – o que já não é mais novidade, neste filme a família dos suricatos possui uma espécie de garrafa que é fechada com uma rolha para armazenar água. Billy joga golfe com uma bola feita de fezes de hiena, a elefanta tem cabelo loiro e a girafa usa maquiagem.
No todo o filme é bem água com açúcar, é um bom programa para pais e crianças. 



Lud