Cinema por quem entende mais de mesa de bar

A Despedida – Crítica do Filme

Lulu Wang dirige a aclamada produção americana, candidata ao Oscar 2020.

Vale mentir se for por uma “boa causa”? Mesmo se for a cultura de um povo fazer isso? Lulu Wang coloca isso em discussão, além de outras importantes questões, em A Despedida (The Farewell, EUA, 2019).

Billi (Awkwafina é boa em dramas também!) vive em Nova York, mas volta repentinamente à China por um motivo terrível: a avó descobre que está com estágio avançado de câncer e tem poucos meses de vida. Por isso, a família decide se reunir no país para um último adeus à Nai Nai (uma carismática e fofa Zhao Shuzhen). Só que tem um detalhe: ela não pode saber que vai morrer.

Para nossa cultura, isso seria algo inaceitável e maldoso. Como não contar a uma pessoa que ela morrerá em breve? Quem somos nós para decidir isso por alguém, cuja vida não nos diz respeito? Mas na cultura chinesa não é bem assim. Wang, que se inspirou na própria avó para contar a história, mostra as diferentes formas de ver a vida e a morte entre duas culturas tão distintas, como é o caso dos EUA e China.

- Advertisement -

Existe o certo e o errado? Bom, cada povo tem sua maneira de lidar com coisas tão delicadas como essas. Cabe a nós respeitar as crenças e costumes dos outros. Por meio de variadas cenas, a diretora deixa bem claro as divergências entre a família que deixou a terra natal para buscar uma vida melhor no ocidente, e aqueles que permaneceram lá. E sem julgá-las em nenhum momento.

O poder da A Despedida está na forma em como lida com o assunto e consegue nos envolver com a dor de cada membro da família, seja ela como for. Alguns choram, outros não demonstram tristeza, enfim, o comportamento do ser humano não é previsível e, muito menos, possível de ser controlado.

Pode parecer um grande drama, mas Wang traz várias pitadas de humor no roteiro. Aliás, o humor é um dos fatores que conquista o ou a espectadora, pois vemos que aquela família é como qualquer outra; cheia de problemas, mas também muita alegria e companheirismo. E comédia!

A trilha sonora, composta por Alex Weston, é destaque em A Despedida. Nenhum filme seria o mesmo sem música e as canções escolhidas na produção estão aqui pra comprová-lo. Wang nos emociona em cada escolha feita.

The Farewell está em cartaz em Portugal. Ainda sem previsão de lançamento no Brasil.

Veja o review, em vídeo, a seguir: