Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Justiceiro: Zona de Guerra

É. O Justiceiro certamente não tem sorte mesmo em suas adaptações cinematográficas. A terceira versão da história de Frank Castle até tenta se levar a sério e resgatar a moral do personagem, mas a verdade é que se trata de um filme nonsense de tiros e cabeças sendo explodidas (literalmente). Apesar da violência explícita, o filme não deixa de passar a mensagem de que busca conquistar o público infantojuvenil. Os personagens são bobinhos, apelam para um humor quase pastelão e os vilões… são… dois dementes. Para ser bem educadinho e não criticar mais duramente.

Para quem desconhece as histórias do antiheroi da editora Marvel (a mesma de Homem Aranha, X-Men, Homem de Ferro e Motoqueiro Fantasma), ele é um pobre coitado que tem a família inteira assassinada por chefões da máfia. O policial Frank Castle deixa de existir e passa a atuar como o Justiceiro, um sujeito durão que atira em todo mundo e tem uma caveira do BOPE (hahaha) na camisa-armadura. Enquanto os vilões temem um confronto direto no qual sabem que não sairão vivos, as forças policiais preferem não ficar no caminho de Castle e até o ajudam a exterminar alguns meliantes.

- Advertisement -

A primeira adaptação do personagem aconteceu nos anos 90, com o ator (?) Dolph Lundgren no papel principal. Não é preciso ter muita sensibilidade para dizer o resultado. Tudo bem que o Frank Castle pede um ator sem muitas expressões, alguém duro e em estado zumbi. Mas pedir isso do grandalhão Lundgren, é a mesma coisa que esperar que o Joubert ou o Jão tenham os melhores palpites em algum bolão (hahahaha)… A segunda adaptação aconteceu em 2004 e teve John Travolta no elenco. Não conferi essa versão ainda (estava traumatizado demais com a lembrança do Lundgren fantasiado de Justiceiro. Foi pior que o Ben Affleck de Demolidor), mas estou com boas esperanças. Ainda não tenho certeza, mas creio que O Justiceiro: Zona de Guerra seja a terceira releitura do personagem no cinema. Mas preciso conferir o anterior para ter certeza.

É o triste legado de um dos personagens mais legais das revistas em quadrinhos. Ele nunca foi muito bem visto por heróis como Homem Aranha e Demolidor (aliás, deveriam fazer um filme juntando esses dois) e parece que o mesmo acontece no cinema. Frank Castle é mesmo um sujeito amaldiçoado.

Ficha Técnica:
O Justiceiro: Zona de Guerra (The Punisher 2: War Zone, 2008)
Dirigido: Lexi Alexander
Roteiro: Matt Holloway, Art Marcum, Nick Santora e Kurt Sutter
Genêro: Ação
Elenco: Ray Stevenson, Dominic West, Julie Benz,
Trailer