Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Curtindo a Vida Adoidado

Continuando a sessão “Sessão da Tarde”, um filme que, no mínimo, te deixou com umas idéias malucas depois de assistir.

Matthew Broderick é Ferris Bueller. Popular no colégio, consegue tudo o que quer sendo simpático e agradável. Sua irmã o odeia por isso, pois sabe de suas armações mas nunca consegue desmascará-lo. Numa linda manhã de sol, Ferris resolve tirar um dia de folga. Quem nunca quis ter liberdade para fazer tudo que quisesse? Matar aula, sair com os amigos, dirigir um carrão pela cidade, comer num restaurante caro e não pagar, e até invadir a parada e cantar para todos. E fazer tudo isso fugindo do disciplinar do colégio, que sabe que você matou aula por matar, mas não pode provar.

- Advertisement -

O interessante desse filme, além do fato dele ser empolgante, é como o ator Matthew Broderick se comunica com nós, telespectadores. Comentando fatos, contando casos e narrando partes, nos sentimos na obrigação de ouví-lo e na vontade de tirar um dia de folga.

Ficha Técnica
Título Original: Ferris Bueller’s Day Off
Gênero: Comédia
Tempo de Duração: 109 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 1986
Direção: John Hughes
Roteiro: John Hughes
Produção: John Hughes e Tom Jacobson
Música: Arthur Baker, Ira Newborn, John Robie e Yello

E quem nunca se empolgou com essa cena?

Comentários