Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Kids

Kids, um dos filmes clássicos da minha infância, mas que, no entanto eu só fui assistir neste feriado de páscoa.
E sinceramente, ainda bem, pois se este filme me assustou no auge dos meus 23 anos, imaginem os danos psicológicos que poderiam causar em um garotinho de 16 anos.
Vamos à estória do filme:
O filme retrata um dia na vida de Telly que é um descabaçador (isso mesmo caros leitores (as) ele é especializado em manter relações sexuais com virgens) e sua turma de amigos.
Todos eles são kids, muito kids, e estão em contato direto com um mundo de sexo, drogas e rock and roll o que com certeza os coloca em muitos apuros, pois como todos nós sabemos; a vida de gandaia não leva ninguém a lugar algum (vide 422).
É um filme que retrata uma realidade insana, nua, crua e muito, muito assustadora!
Vamos agora pros pontos “técnicos” deste que em alguns momentos me fez pensar estar assistindo um documentário, pois a câmera não é muito fixa, a linguagem é bem coloquial (putz… coloquial?) ok, a linguagem é adaptada aos jovens, termos como “#$@#$”, “€¤¡¡µ$@” e “%%¼$#@$” são muito comuns no filme (apesar de eu ter visto a versão dublada, pois a legendada estava um lixo… pasmem, pior que a dublada.)
No mais eu acho que é isso, é um filme que eu não deixaria meus kids assistirem.

ps.: sempre tenho que ter ps’s. nos meus textos né?
ps2.: Eu reparei que conhecia a pequena Rosario Dawson, pois ela participou tambem de Death Proof
ps3.: Casper (Justin Pierce) se matou enforcado 6 anos após o lançamento do filme. Aparentemente os demais kids continuam fazendo sucesso, seja em filmes, seja em seriados.

- Advertisement -