Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Família do Bagulho

familia do bagulho 2

FAMÍLIA DO BAGULHO É UMA DAQUELAS COMÉDIAS QUE FAZEM O ESPECTADOR CHEGAR PERTO DE MOLHAR AS CALÇAS NO CINEMA ou engasgar com a pipoca (ou dar um banho de refrigerante e saliva na pessoa que estiver mais próxima). O road-movie de Rawson Marshall Thurber (Com a Bola Toda) faz piada com famílias desajustadas e tráfico de drogas. Tudo isso sem esquentar a cabeça com o quanto tudo aquilo pode soar violento ou politicamente incorreto, o que é sempre um indício de risadas garantidas.

David (Jason Sudeikis) é um traficante que se mete numa tremenda enrascada depois de perder todo o dinheiro do seu chefe. Para evitar ser assassinado, David precisa contrabandear uma quantidade significativa de drogas do México. O problema é descobrir como passar pela fronteira dos EUA com o carregamento “especial” sem acabar preso. David recruta uma stripper (Jennifer Aniston), uma delinquente (Emma Roberts) e um nerd (Will Poulter) para fingirem ser uma tradicional família norte-americana viajando de férias.

- Advertisement -

familia do bagulho

O sucesso do filme está na maneira como esses quatro personagens bizarros se complementam ao ponto de fazer o espectador até duvidar de que aquela é uma família falsa. Existe o bullying com a inexperiência do adolescente bobão; o comportamento agressivo e rebelde da adolescente;e até as provocações entre o “pai” e a “mãe”, que vivem um caso de amor e ódio desde o primeiro momento em que aparecem juntos em cena. Os quatro protagonizam diversas cenas hilárias envolvendo ofensas, violência física e até mesmo insinuações “incestuosas”. Ainda que possa ser considerado gratuito por pessoas que costumam refletir profundamente sobre o que assistem, a verdade é que Família do Bagulho é despretensioso o suficiente para se permitir ser exatamente assim e retrata com sucesso (e exagero) o comportamento de famílias sem noção.

Os fãs da série Dexter ficarão contentes com três referências à finada série estrelada por Michael C. Hall. O elenco conta com participações de Matthew Willig (que interpreta o gigante caolho) e Mark L. Young (o chatérrimo Scottie P), e ambos foram vítimas do serial killer favorito da televisão (embora a série tenha ficado deprimente após a quarta temporada). Além disso, numa homenagem mais óbvia, David fica realmente preocupado com seu futuro no mundo dos vivos quando é levado para explicar sobre o paradeiro do dinheiro do chefe do crime vivido por Ed Helms (que está genial, diga-se de passagem).

millers-650x325

Mesmo com mais pontos positivos que negativos (apenas David Rose recebem um tratamento mais profundo do roteiro. Os outros personagens são unilaterais e estão ali apenas para servirem para a história fluir – exceto talvez pelo vilão vivido por Helms), o que chama a atenção do público para Família do Bagulho é a falada cena de striptease de Jennifer Aniston. Bem, primeiro que são DUAS cenas de striptease da atriz, sendo que a segunda é absolutamente hilária e tem uma referência surreal de Flashdance (lembrando que a comédia Os Estagiários também havia mencionado o clássico dos anos 1980) tudo isso ao som de “Sweet Emotion”, do Aerosmith.

Família do Bagulho tem um lugar reservado em qualquer lista de melhores filmes de comédia de 2013. Para um ano relativamente fraco de opções do gênero, o longa-metragem conseguiu eficiência ao trabalhar com clichês bobinhos para a construção de um roteiro previsível e criou muitos momentos capazes de arrancar gargalhadas dos espectadores que se permitem rir como se não houvesse amanhã assistindo a uma versão junkie de Os Simpsons.

poster familia do bagulho

Nota:[tresemeia]