Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Os Noves

Pouco antes de eu ir dormir, o amigo Sami me mandou uma mensagem no msn e perguntou se já havia assistido ao filme “Os Noves“. Falou brevemente sobre o filme e foi o bastante para me deixar curioso. Filmes com números são interessantes, principalmente quando os números parecem começar a te perseguir (né, Joubert?) e surgem em todos os lugares.

Estrelado por Ryan Reynolds (lembram daquele “Horror em Amytiville“?) , Melissa McCarty (do seriado “Gilmore Girls“) e a irmã mais nova de Dakota Fanning, Elle Fanning. A garota é idêntica à irmã, mas sem o mesmo talento. Não que ela não seja uma boa atriz mirím, mas competir com a irmã é complicado. Descrever a história é um pouco dificil, mas vamos lá: são três episódios. No primeiro, um ator pirado fica em prisão domiciliar na casa de um roteirista gay. No segundo, o tal roteirista gay quer colocar o seu programa no ar, mas é passado pra trás e perde o apoio da melhor amiga e atriz principal do show. E no terceiro e último, após um passeio no meio de uma floresta, o carro de um famoso produtor de vídeo-games, estraga e ele tem que buscar ajuda.

- Advertisement -

Sim. Tudo que eu posso dizer, sem foder a expectativa de ninguém. Claro que me sinto na obrigação de foder a expectativa das pessoas, portanto, recomendo que assistam logo ao filme. Sim. Assista ao filme! Perca uma hora e meia da sua vida preciosa e vá ver a droga do filme. Aí, poderemos debater sobre a filosofia escondida na trama de John August.

Ficha Técnica:
Os Noves (The Nines, 2007)
Dirigido: John August
Roteiro: John August
Genêro: Suspense/Ficção
Elenco: Ryan Reynolds , Melissa McCarty , Elle Fanning
Trailer


Ok. Realmente é um filme para se ver por mais de uma vez. Os detalhes ficam mais evidentes e tudo se torna mais claro, embora não tenha achado nada tão complexo. Acho que o personagem Gavin/Gabriel/Gary era uma representação do senhor Todo Poderoso (não é o Morgan Freeman, gente). Ele quis conhecer/viver um pouco entre nós, tratando da humanidade como se fosse um jogo mesmo. Quando bem entendesse, poderia resetar e começar de novo.
Essa é a primeira impressão. Quando assistir de novo, posso mudar a história. Mas… e aí? O que você acha?