Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Premonição 5


ASSISTIMOS ALGUNS FILMES APENAS PELO PRAZER DE AMAR O CINEMA, mas nada mais me fará perder tempo e paciência com os filmes da franquia Premonição ou derivados. Filmes de terror são meus favoritos, mas sinceramente? Tudo tem seu limite. Quando um filme passa a ser apenas motivo de levar adolescentes desmiolados para o cinema para curtirem a experiência de um filme 3D de terror, ele perde o seu respeito e também a qualidade.

Premonição 5 consegue a proeza de ser o pior filme da franquia, o que parecia impossível de acontecer depois do quarto filme, e afundar de vez qualquer reputação que o primeiro longa ainda conservasse na memória dos fãs. A história é rasa, os efeitos especiais capengas e não preciso nem comentar sobre as performances dos atores principais, especialmente Miles Fisher, uma espécie de resultado genético dos genes do Tom Cruise com Christian Bale.

- Advertisement -

O filme narra a trama de um grupo de adolescentes (sempre) que escapa da morte. Geralmente, os primeiros 15, 20 minutos dos filmes da série costumam ser muito interessantes, mas a sequência da ponte desmoronando é de uma imbecilidade sem limites e que só vai ficando pior na medida em que os personagens vão morrendo. Parece até que a morte está pregando uma peça nos produtores responsáveis. Tudo que os outros filmes ofereciam de “inteligência” (se é que podemos afirmar isso num filme da franquia Premonição, excluindo o primeiro filme, claro) na construção das mortes foi ignorado. O resultado são as cenas mais grotescas e desnecessárias dos últimos tempos.

Me senti incomodado por assistir um filme tão gratuito. Confesso que nada tenho contra a violência gratuita e cenas fortes ou que nos incomodam, mas não dá para assistir um filme ruim que tenha essas cenas e levar na boa. Premonição 5 é um desastre completo, do princípio ao fim. Aliás, que final escroto, meu Deus! Quando é que os roteiristas irão cair na real que os fãs de terror não são estúpidos e ODEIAM finais que tentam ser irônicos?

Talvez o melhor momento do filme seja durante os créditos finais: um apanhado das principais mortes dos filmes anteriores tenta disfarçar a merda completa que tentaram nos empurrar por pouco mais de uma hora e meia.

Título original: Final Destination 5
Direção: Steven Quale
Roteiro: Eric Heisserer
Elenco: Miles Fisher

Nota: