Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Alma Perdida


(o poster é uma beleza, mas o filme...)

Incrível o poder de um poster. Mais incrível ainda é o poder de uma bela garota de calcinha. Junte tudo isso em um filme de terror tosco com a presença do Gary “Sid-Drácula-Sirius Black” Oldman e pronto: receita de (in)sucesso! O poder publicitário ataca no texto do cartaz: “o mal fará de tudo para nascer”, mas não consegue convencer. Como ninguém no Cinema de Buteco perde o tempo com filmes ruins, lá vou eu de novo fazer o serviço sujo.

Escrito e dirigido por David S. Goyer (diretor de Blade Trinity e roteirista de Jumper e Batman – The Dark Knight), o filme é um encontro de O Exorcista (é até pecado usar esse filme na comparação) e O Grito (aí o pecado é inverso). Odette Yustman (de Cloverfield) é uma ghata que começa a ter alucinações e descobre um segredo em sua família. A partir daí, ela passa a ser assombrada por um espírito maligno e precisa contar com a ajuda do bispo interpretado por Gary Oldman. Não quero me extender nesse campo de falar sobre o filme, porque daqui alguns dias vamos ter um especial de 10 Perguntas, que é uma sessão onde nós destruímos a moral (?) dos filmes. Então, assistam por conta e risco!

- Advertisement -

Ficha Técnica:
Alma Perdida (The Unborn, 2008)
Dirigido: David S. Goyer
Roteiro: David S. Goyer
Genêro: Suspense
Elenco: Gary Oldman , Odette Yustman

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.