Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Frontiere(s)

Frontiere(s)

Filmes franceses sempre chamaram a minha atenção (mais pelo idioma do que pela história, diga-se de passagem). Tio Wilson me recomendou essa história sangrenta e bem, foram três tentativas de ver o filme inteiro. Na primeira, dormi na metade. Na segunda… no final. E da terceira vez, apelei e coloquei direto na parte que tinha parado.

Pelo trailer, a gente tem uma impressão diferente do que podemos esperar. O sangue está presente, as torturas, todo o non sense de uma família nazista está lá, mas faltou vida (hahaha, não é piada. Sei que o filme é sobre mortes, mas cadê a essência da coisa?). Corrido demais… Não curti tanto quanto esperava. Infelizmente!
Assistam o trailer e tirem suas próprias conclusões:

- Advertisement -