Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Invocação do Mal

invocação do mal casal

VOCÊ JÁ VIU ESSE FILME ANTES? Claro. Filmes de exorcismo existem aos montes, como o recente O Último Exorcismo, por exemplo. Mas se Invocação do Mal trabalha com um tema batido, por que tantas pessoas estão dizendo que se trata de um dos filmes mais assustadores dos últimos anos? O que ele tem de diferente para fazer todo esse sucesso? O grande culpado é o cineasta James Wan (Jogos Mortais e Sobrenatural), que se consolida como um dos principais nomes do terror moderno e demonstra um talento incrível para manipular as emoções de seus espectadores. Do mesmo jeito que uma comédia que se preze tem a obrigação de arrancar risadas, uma obra de terror precisa no mínimo deixar o público tenso, e fazer com que ele pule (literalmente) da cadeira. Invocação do Mal consegue as duas coisas.

Arrisco dizer que, se os produtores preferissem trazer a história para os dias de hoje, talvez o impacto ainda fosse maior. O filme se passada na década de 1970, o que acaba reforçando a sugestão do medo e poder sobrenatural na casa. O período da trama pode ser uma justificativa para a horrível fonte amarela da versão traduzida do título. Amarelo não dá medo, dá enjôo. Bem diferente, bem desagradável.

- Advertisement -

invocacao do mal vera farmiga

Uma família humilde acaba de se mudar para uma casa no campo (clichê). A filha adolescente desce do carro reclamando da mudança (clichê 2). Eles tem um cachorro e uma filha pequenininha (clichê 3). A família começa a ver e ouvir coisas (clichê 4), quadros e panelas começam a ser quebrados/arremessados (clichê 5). Eles buscam a ajuda de um especialista (clichê 6), que no começo se recusa (clichê 7), mas logo aceita a missão e descobre terríveis verdades sobre o passado daquela casa aparentemente tranquila (clichê 8). Ah, tudo isso é, supostamente, baseado em eventos reais.

Em cada um dos clichês é possível lembrar de outro título do gênero. Poltergeist, O Exorcista, Horror em Amityville (que inclusive é baseado em uma história do mesmo casal exorcista que estrela Invocação do Mal) são algumas das obras que estalam rapidamente na cabeça do espectador. James Wan foi inteligente ao usar suas referências e demonstrou ter aprendido muito sobre o gênero, pois soube criar diversos momentos de tensão absoluta com sustos (às vezes nada óbvios), mas nada disso funcionaria se Wan não tivesse a química (e eficiência) do casal interpretado por Patrick Wilson e Vera Farmiga ao seu dispor. A gente até cria afinidade pela família amaldiçoada, só que são os caça-fantasmas malucos que ganham nosso coração desde a primeira cena em que aparecem juntos.

invocação do mal boneca

No entanto, assim como aconteceu com Mama (que também garante bons sustos), o roteiro acaba não sendo esforçado o suficiente para tentar introduzir elementos novos no estilo. Invocação do Mal possui méritos, claro, mas a impressão é que deixar o espectador tenso (e aterrorizado) justifica a sua existência. Mesmo com uma conclusão de tirar o fôlego, é inevitável prever como tudo aquilo vai terminar. Não há chance para surpreender o espectador. Se não fosse pela inquestionável qualidade da direção de Wan, no sentido de manipular as emoções mais básicas de seus espectadores, e pelo elenco, Invocação do Mal poderia ser uma produção assustadora, mas efêmera e incapaz de garantir um espaço na mente dos fãs de horror.

Toda essa agitação em torno do trabalho mais recente de James Wan é merecida. Para aqueles espectadores mais céticos, que costumam debochar do sobrenatural, uma sugestão: tentem manter o celular desligado durante o filme inteiro e se permitam viver o drama daquela família sem dar vazão ao impulso irritante de fazer piadinhas para disfarçar o seu incômodo – e acabarem desconcentrando aqueles que estiverem realmente concentrados na obra. Quem aprecia o assunto, certamente sentirá calafrios e precisará dormir com as luzes acesas por alguns bons dias.

invocação do mal poster

Nota:[quatro]

13 Comentários
  1. Nina Züge Diz

    Ótima crítica. Gostei muito do filme, apesar dos clichês, dá pra perdoar x)
    Mas não pude apreciá-lo tanto quanto gostaria porque o cinema estava lotado, e tive o azar de estar rodeada de imbecis que ficavam dando “vazão ao impulso irritante de fazer piadinhas para disfarçar o seu incômodo”… ¬¬

  2. Maga Saviolene Diz

    Baita clichezão. O que salva do básico realmente é a direção.

    1. Ane Santos Diz

      Assisti ontem e até da um sustos,só que não é o filme mais assustador do ano como se vem noticiando.

      1. Vinicius Paulo Diz

        Vcs é que não sabem identificar. Não é que o filme seja o mais assustador. O filme se torna isso tudo pq é uma história real. O povo brasileiro quando pega um filme baseado em fatos reais só saber ver o filme e depois dar a opinião sem ler a história verdadeira. Triste realidade hipócrita, pq a história real não terminou igual o filme não. Fazer o que…

  3. Rafa Moura Diz

    Não gostei do filme. Vale os sustos mas ficou muito preso nos clichês.
    Parece que é demais, mas não é.

  4. Vinicius Sabino Diz

    – Só achei superestimado, muita propaganda, muita divulgação no estilo “reação do publico”… Porém é um grande filme, me assustou sim, me fez sentir arrepios na nuca, e recolher o pé debaixo da poltrona.

  5. Bruno P. Santos Diz

    Sou um apreciador desse gênero de filme e posso afirmar com certeza que este entra para a galeria dos grandes e bons filmes de terror assim como O exorcismo de Emily Rose, O Chamado, O Exorcista, Sexto Sentido, Os outros, Sobrenatural… enfim filme com uma direção que se destaca, e faz com o a trama tenha sim sustos mas de maneira tensa e inteligente.
    A Invocação do Mal veio como uma surpresa boa entre esses últimos lançamentos desse estilo. Recomendo muito esse filme a vê-lo no cinema com algum certo receio de medo garantido.

  6. Lucas Diz

    Bem superestimado, o filme não é ruim não mas tambem nao merece todo esse aue, é bem cliche sim, parece que o diretor de fotografia de hollywood é sempre o mesmo pq todos os filmes ficam iguais ! Prefiro A Morte do Demonio…

    1. Vinicius Paulo Diz

      Merece pq é real, aposto que nem leu a história verdadeira e tá dando pitaco a lá Professor Pardal. Aff

  7. Rafael Alves Diz

    Ainda não vi mas estou querendo ver logo pareçe incrível e amo genero e gostei das criticas! quando assistir volto para falar oq achei !!

  8. Cesar Leilane Ferraz Diz

    O filme não usa clichês. O filme é inspirado na vida de um casal que realmente investigou fenômenos paranormais. O que eles investigaram é que serviu para vários filmes, e não o contrário.

    1. erickrabello Diz

      Então você não viu outros filmes mais antigos do gênero…

  9. Carol Diz

    melhor filme do ano, com certeza

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.