Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Trilogias Sagradas: Pt 1 – POLTERGEIST

Começando do passado primeiro. Vi todos os filmes da franquia do POLTERGEIST e me pergunto como é que as pessoas ficavam assustadas com o filme. Dá até para entender o terror que O EXORCISTA causava nas pessoas, mas a única coisa que realmente dá medo nos filmes do POLTERGEIST é a atriz Zelda Rubinstein, que fazia a Tangina ! Credo! Aquela voz “creepy” falando “Carolaaaiine” continua a arrepiar a minha unha a cada vez que eu vejo os filmes.
Outro fator que incomoda é o fato da atriz mírim Heather O’ Rourke ter falecido logo após o terceiro filme. Analisando os filmes hoje, este acontecimento é a única coisa que torna a trilogia especial, de uma maneira mórbida…

- Advertisement -

Para quem não conhece (se é possível), o filme conta a história de uma família que começa a sofrer com as atividades paranormais na sua casa. Rola uma cena hilária da mãe se matando de rir das cadeiras andando sozinhas ( o casal principal fumava altos beck’s e a cena tinha como intenção mostrar como um “maconheiro” pode ficar fodido e lezado ).
Depois que a filha é “abduzida” pela televisão, a família descobre que sua casa havia sido construída em cima de um cemitério e os fantasmas não estavam em um momento nada camarada. Queriam a pequena Carol Anne, que é ( era ) clarividente, para aliviar suas dores.
Obviamente, tudo terminou bem e no começo do segundo filme, os Freeling’s estavam vivendo felizes e sem nenhum problema sobrenatural. Até que um índio apache surgiu em suas vidas ( ah, porra nenhuma que você acha que o Taylor era 100% bonzinho! Pensem bem! A Carol Anne só conheceu aquele Mr. Burns do além depois que o Thunder Hawk apareceu na casa dela… ). Esse filme tem a famosa ( e bizarra ) cena em que o aparelho dental cria vida. haha, nunca usaria aparelhos depois de ver esse filme…
Já o terceiro filme… Bem, o diretor do filme deve ter sido um cara muito excluído quando moleque. Conseguiu fazer um filme traumatizante para qualquer criança que tenha a ambição de passar um dia sozinha em casa.
A primeira vez que assisti foi dublado e no MGM. Nunca vou esquecer da voz da Tangina… Aquilo marcou a minha vida!!!

Em tempo: o filme vai ganahr uma refilmagem marcada para o ano que vem… será que teremos baixas no elenco?