Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Fãs de zumbis: CCBB terá mostra especial com a obra de George Romero

“George A. Romero – A Crônica Social dos Mortos-Vivos” celebra a obra de um dos mais inventivos diretores de filmes de terror, com apresentação de filmes, documentário e um debate. Ingressos de R$ 5,00 (meia entrada) a R$ 10,00.

Considerado um gênio por Quentin Tarantino e referência para Brian de Palma e John Carpenter, George Romero inaugurou um gênero que arrasta seguidores e gerou produtos de estrondoso sucesso – como a série The Walking Dead, um fenômeno, como as adaptações de suas criações para outras plataformas tecnológicas.

Com curadoria do crítico de cinema e jornalista Mario Abbade, a retrospectiva vai exibir todos os filmes que o diretor fez para cinema e um documentário para a TV. Além dessas produções, quatro documentários que abordam o fenômeno dos mortos-vivos, pelo qual Romero é responsável ao longo de sua carreira, e as quatro refilmagens feitas a partir de suas obras mais icônicas.

- Advertisement -

Sua obra inspirou ‘Resident Evil’ – um dos maiores games da indústria – e o próprio George Romero virou personagem de outro grande game: ‘Call of Duty’. Para se ter uma ideia de seu significado no mundo atual: um único lançamento da franquia faturou mais de US$ 400 milhões em apenas 24 horas, com um lucro total estimado em mais de US$ 3 bilhões, tendo o jogo superado fenômenos do entretenimento como “Star Wars” e “O Senhor dos Anéis”. Tudo isso mostra a força e o vigor de uma obra que se desdobra em franquias, refilmagens e adaptações.

Algumas de suas marcas são minorias fortes, personagens femininos relevantes e protagonistas negros. A sociedade dos anos 60, consumismo, ciência, interesses militares, conflito de classes, terrorismo. Para explicar todo o processo criativo do cineasta, haverá uma mesa debate formada pelo curador e os críticos Leonardo Luiz Ferreira e Rodrigo Fonseca no dia 4 de junho.

A mostra acontecerá simultaneamente nos CCBBs de São Paulo e Rio entre 18 de maio e 06 de junho. Brasília a recebe de 1º a 20 de junho.

Comentários