Os 30 Melhores Filmes de Drama dos anos 2000

REQUIEM PARA UM SONHO Jennifer Connelly

O Cinema de Buteco orgulhosamente apresenta os 30 melhores filmes de drama dos anos 2000.

Melhores Filmes dos Anos 2000 - Destaque Sangue Negro

A LISTA MAIS COMPLEXA DE TODAS RECEBEU UMA ATENÇÃO REDOBRADA, afinal o drama é um gênero recheado de filmes bons lançados anualmente e selecionar apenas 30 foi um imenso desafio. Nós gostamos de desafios no Cinema de Buteco. Basta tomar algumas caipirinhas que encaramos (quase) qualquer coisa. Caso você sinta a falta de alguma obra essencial, não faça cerimônias e deixe um comentário recomendando suas produções favoritas. Combinado?

Curiosidades:
– Apesar da regra para nossa lista especial ser “evitar repetições”, nos permitimos incluir algumas obras presentes em outros rankings de melhores filmes dos anos 2000.
– Tivemos a participação de 19 pessoas e um total de mais de 90 títulos citados.
– Dois filmes nacionais aparecem na lista final de 30 melhores.

(Textos por Alex Gonçalves, Dani Pacheco, Graciela PaciênciaJoão Paulo AndradeLarissa Padron, Natalia Ranhel, Raissa LazarekTullio Dias – clique nos links para seguir no Twitter)

Melhores filmes de drama dos anos 2000 - Profissao de Risco

30- Profissão de Risco (Blow, Ted Demme, 2001)

O império de Pablo Escobar no comércio ilegal de drogas nos EUA teve um personagem essencial. Estrelado por Johnny Depp, num daqueles filmes em que ele mostra todo o seu talento, Profissão de Risco conta a história do homem responsável por cuidar do tráfico de drogas da América do Sul para a América do Norte nos anos 1970.

29- Reine Sobre Mim (Reign Over Me, Mike Binder, 2007)

“Assim como em Embriagado de Amor, Sandler nos surpreende com uma atuação incrível e inesperada – provavelmente a melhor de sua carreira – nesse drama sobre as consequências do 11 de setembro na vida do seu personagem. Além de tudo tem Pearl Jam na trilha sonora do filme e isso já conta uns pontos a mais também.”

melhores filmes de drama dos anos 2000 - a corrente do bem

28- Corrente do Bem (Pay it Forward, Mimi Leder, 2000)

“Após um desafio feito pelo professor em aula, garoto cria um jogo: cada pessoa que ele ajudar deve ajudar mais três pessoas e assim em diante. Um filme utópico, mas lindo. A idéia de um efeito bola de neve do bem enche o coração de esperanças de que é possível fazer um mundo melhor. Para quem possa achar que que o roteiro é muito meloso: tem Kevin Spacey destruindo tudo como de costume.”

Melhores filmes de drama dos anos 2000 - Adaptacao

27- Adaptação (Adaptation., Spike Jonze, 2002)

Nem mesmo o ego de Nicolas Cage seria capaz de imaginar que um dia existiria uma obra em que o ator apareceria interpretando dois irmãos gêmeos. E ainda por cima que se trata-se de um drama incrível escrito por Charlie Kauffman e dirigido pelo genial Spike Jonze. Pois é isso que temos em Adaptação: duas vezes Nicolas Cage e uma daquelas histórias inusitadas que marcam nossa vida cinéfila.

Melhores filmes de terror dos anos 2000 - Deixa ela entrar

26-Deixa Ela Entrar (Let the Right One In, Thomas Alfredson, 2008)

Deixa Ela Entrar está longe de ser considerado um apenas como um filme de terror. Arriscaria dizer que até mesmo de vampiro, mas seria uma afirmação complicada. O longa é uma verdadeira demonstração de amor, cumplicidade, amizade, amadurecimento e principalmente a solidão. Capta os dilemas daquela fase em que somos obrigados a lidar com os valentões da turma e mostrar nosso valor.”

Melhores filmes de drama dos anos 2000 - Elephant
25- Elefante (Elephant, Gus Van Sant, 2003)

Tiroteios em escolas são extremamente comuns nos EUA, com destaque para o Massacre de Columbine, que resultou no assassinato de 13 pessoas e no suicídio dos dois responsáveis. Quatro anos após a tragédia, Gus Van Sant lançou em Cannes o drama Elefante, que acompanha a vida de várias pessoas em um evento similar, sob a perspectiva das vítimas e dos próprios autores do ataque. Eletrizante e agonizante, o filme venceu a Palma de Ouro e é, sem dúvidas, um dos melhores trabalhos do diretor e um dos melhores dramas dos anos 2000.

Melhores filmes de drama dos anos 2000 - Waking Life
24- Waking Life (Richard Linklater, 2001)

Waking Life acompanha o dia de um personagem sem nome que nunca sabe se está dormindo ou acordando. Mantendo conversas filósoficas com os mais diversos tipos de figuras (reais e fictícias), somos confrontados com dezenas de perguntas sobre a nossa existência. Linklater nos lembra que estar acordado não consiste em responder perguntas, consiste em questionar.”

23- A Lula e a Baleia (The Squid and the Whale, Noah Baumbach, 2005)

“Toda a atmosfera do filme, principalmente a fotografia, remete a um senso de realismo muito grande. A direção, repleta de cortes rápidos, nas cenas e na trilha (muito boa diga-se de passagem), é muito ágil, e é muito interessante a auto-referência a esse tipo de edição, quando cita Acossado de Godard.”

Melhores Filmes de Drama dos Anos 2000 - Em Busca da Terra do Nunca

22- Em Busca da Terra do Nunca (Finding Neverland, Marc Forster, 2004)

A história de Peter Pan contada de um ponto de vista inovador: a do autor em seu processo de criação. Nem por isso a magia da história fica de fora, muito pelo contrário, o imaginário de J.M. Barrie é mostrado de forma encantadora e digna da Terra do Nunca, enquanto ele interage com as brincadeiras fantasiosas das crianças.

Melhores Filmes de Drama dos Anos 2000 - O Jardineiro Fiel
21- O Jardineiro Fiel (The Constant Gardener, Fernando Meirelles, 2005)

Após ver a mulher ser assassinada, diplomata parte em busca de respostas. Um pouco arrastado até metade, depois deslancha. Drama pesado. Que critica governos de forma em geral e consegue nos deixar envergonhados e orgulhosos da humanidade ao mesmo tempo. Talvez fique um pouco difícil de ver o trabalho maravilhoso que fizeram de fotografia por causa das lágrimas embaçando os olhos.


20- Menina de Ouro (Million Dollar Baby, Clint Eastwood, 2004)

Jovem sonha em ser boxeadora e procura treinamento com um dos maiores nomes da área. Apesar de ter uma certa “moral da história” – que pra alguns pode ser um ponto negativo – aborda de forma concreta e contundente, ao final, assunto polêmico: a eutanásia. A interação entre Clint Eastwood e Hilary Swank é um show de interpretação.


19- A Professora de Piano (La Pianiste, Michael Haneke, 2000)

“Dado importante do cinema de Haneke: embora as cenas sejam chocantes, é chocante também a forma com que seus personagens se vêem dentro de seus excessos, que passam a ser rituais comuns, com os quais já se habituaram. O limite entre loucura e insanidade é sempre tênue. E perigoso.”

Melhores filmes de drama dos anos 2000 - 4 Meses 3 Semanas 2 horas

18- 4 Meses, 3 Semanas e 2 Dias (4 luni, 3 săptămâni şi 2 zile, Cristian Mungiu, 2007)

Uma história forte e emocionante sobre duas mulheres lidando com um aborto ilegal durante o período do comunismo. Uma verdadeira obra de arte.

74- Peixe Grande
17- Peixe Grande (Big Fish, Tim Burton, 2003)

Um dos maiores trunfos da filmografia de Tim Burton é a direção de arte impecável de suas obras e personagens bizarros. Curioso que a sua obra-prima seja aquela em que ele usa as suas peculiaridades cinematográficas em prol da narrativa, ao invés do tradicional deleite visual. Peixe Grande emociona do começo ao fim com verdadeiras histórias de amor, amizade e aventuras.

Melhores filmes de drama dos anos 2000 - A Fita Branca
16- A Fita Branca (Das weiße Band,Michael Haneke, 2009)

“Michael Haneke balançou as premiações de cinema entre 2009 e 2010 com A Fita Branca. O filme mostra as alterações na vida dos moradores de um vilarejo no norte da Alemanha depois de um acidente que desencadeia estranhos acontecimentos.

O clima pré I Guerra Mundial é pesado e fica ainda mais tenso quando crianças e adolescentes tentam descobrir as causas de tudo isso. Com uma fotografia impecável e atuações impactantes, Haneke conduz drama e suspense com maestria e apresenta uma obra inesquecível.”

15- O Lutador (The Wrestler, Darren Aronofsky, 2009)

O fim de carreira de um lutador de luta livre. O roteiro trabalha muito bem a angústia, a desesperança, os problemas de saúde e a falta de perspectiva de um homem de meia idade que não progrediu tanto quanto queria na vida. Mickey Rourke deve ter sido escolhido a dedo para o papel.

Melhores filmes dos anos 2000 - Os Dois Filhos de Francisco

14- Os Dois Filhos de Francisco (Breno Silveira, 2005)

“Breno Silveira conseguiu realizar um trabalho coeso ao narrar a história da dupla Zezé de Camargo e Luciano e encaixar as suas músicas de uma maneira muito sensível. Como reconhecimento, a produção foi responsável pela maior bilheteria daquele ano no Brasil e ainda é uma das maiores dos últimos dez anos.”

13- Volver (Pedro Almodóvar. 2006)

“Sempre capaz de tratar temas pesados da forma mais leve e bela possível, a direção de Almodovar é um dos principais atrativos da obra. Desde o belo plano que abre o filme, até suas famosas cores estão lá, fazendo um contraponto ao tema da morte, e de sua inevitabilidade, que permeia toda a trama.”

Melhores filmes de drama dos anos 2000 - O Escafandro e a Borboleta

12- O Escafandro e a Borboleta (Le Scaphandre et le Papillon, Julian Schnabel, 2007)

Após sofrer um AVC Jean fica completamente paralisado tendo apenas o movimento do seu olho esquerdo como meio de comunicação. Apesar de ser um filme bem parado, a fotografia é linda, toca em temas delicados e que, se baseando em fatos reais, te faz pensar bastante. Destaque principal ao fato de boa parte do file ser retratada do ponto de vista de Jean.

Melhores filmes de drama dos anos 2000 - Billy Elliot

11- Billy Elliot (Stephen Daldry, 2000)

Billy Elliot é um menino que vive com o pai, minerador, em uma cidade de mineradores. Ao ser colocado para fazer boxe ele descobre, na sala ao lado, o ballet, e se encanta. Ao tocar em preconceitos e machismos, esse filme consegue ser dramático, cativante, bruto e delicado ao mesmo tempo. Trilha e fotografia só valorizam mais ainda o clima mágico do filme. O filme caminha de forma sublime até uma cena final de encher os olhos, pela beleza e de lágrimas.

10- Dançando no Escuro (Dancer in the Dark, Lars Von Trier, 2000)

A ousadia do longa está desde a ironia de utilizar referências a musicais clássicos, como A Noviça Rebelde, para fazer uma ferrenha crítica ao sistema capitalista, a jogar por terra a ideia que você tinha de que musicais sempre são felizes ao contar uma das histórias mais deprimentes (e ainda assim linda) que você já viu.

Melhores filmes de drama dos anos 2000 - Uma Licao de Amor

9- Uma Lição de Amor (I Am Sam, 2001, Jessie Nelson)

Como se não bastasse um elenco afiado, com destaque para Sean Penn na pele de um pai autista, e uma história de deixar os olhos marejados, a trilha sonora é um verdadeiro apanhado de releituras perfeitas das canções produzidas pelos Beatles. Uma Lição de Amor faz jus ao seu nome na versão nacional.

corbijnControl

8- Controle – A História de Ian Curtis (Control, Anton Corbijn, 2008)

“Contando com uma bela fotografia em preto e branco, provavelmente adotada para mostrar a constante tristeza que acompanhava o cantor, Control talvez seja a biografia menos biográfica dos últimos tempos, já que não se concentra em contar toda a vida do artista, mas apenas os conflitos que permearam o seu processo criativo, e que fizeram de Ian Curtis, tão excepcional. As questões continuam em aberto. Mas isso se deve pelo simples fato de que elas não se resolveram nem para ele mesmo.”

Melhores filmes de drama dos anos 2000 - Abril Despedacado

7- Abril Despedaçado (Walter Salles, 2001)

Abril Despedaçado é um longa que possui uma carga dramática extremamente forte, com rixas familiares, vidas dificultadas pelas circunstâncias e um menino encantador em meio ao caos. Em termos de contexto, o diretor Walter Salles estava em casa, já que sua especialidade são filmes onde o sertão é sempre lembrado. A história baseada no romance de Prilli i Thyer é um filme daqueles que nos deixam meio cabisbaixos no final, ficamos meio sem chão, mesmo.

6- Os Sonhadores (The Dreamers, 2003, Bernardo Bertolucci)

“Michael Pitt, Eva Green e Louis Garrel. Quase ícones desta nova geração de “pseudo-cinéfilos” (não há álbum em Facebook cult que não tenha imagem do filme com os três na banheira…). Sem eles o filme não seria o mesmo. Nem tão chocante, nem tão marcante. Sua entrega total aos personagens, bem como sua coragem em vivê-los faz de Os Sonhadores o filme que é.”

87 - Dogville

5- Dogville (2003, Lars Von Trier)

Ao fugir de gângsters, Grace acabe em Dogville; ela é acolhida pela comunidade, mas algumas pessoas não gostam muito de sua presença. Apesar do roteiro ser muito interessante, o que merece destaque aqui é a construção da história sem cenários, apenas com marcações no chão como se estivessem em um ensaio de teatro. Pode parecer muito experimental , mas funciona muito bem e envolve o espectador na trama ao forcá-lo criar mentalmente parte da história.

Poster Requiem Para Um Sonho
4- Réquiem Para Um Sonho (Requiem for a Dream, 2000, Darren Aronofsky)

Já nos primeiros minutos do longa-metragem sentimos a pretensão artística de Aronofsky em criar uma obra definitiva sobre o consumo de drogas. Réquiem Para um Sonho pode ser moralista e ter seus defeitos, mas seria um grande erro afirmar que o cineasta não conseguiu produzir um filme forte e que realmente marcou época.

3- As Horas (The Hours, 2002, Stephen Daldry)

“É um filme extremamente delicado, feminino (daí também vem muito da sua beleza), emocionante, desde a primeira cena pela tristeza, até a sequência seguinte pelo virtuosismo, falas lindas e doloridas. As Horas é triste no fim das contas, mas isso só se deve pelo fato de que, ao vê-lo nos vemos também. Aí nunca é fácil mesmo.”

59 - Fale com Ela

2- Fale Com Ela (Hable con Ella, 2002, Pedro Almodóvar)

Fale com Ela é um filme que se revela aos poucos. Novamente o tema do amor está em questão (e também o da falta de comunicação e da obsessão), mas parece que o tema central é a forma como a vida une e separa, esvazia e preenche, e como mesmo contra nossas vontades temos que lidar com isso, o que só concluímos segundos antes dos créditos finais. É quando a obra nos deixa a sensação de que todos aqueles acontecimentos (fortes e extremos cada um à sua maneira) só serviram para que aqueles personagens ficassem juntos! É como se o andamento da vida fosse (e de fato é) totalmente independente das nossas vontades, passionais ou mais racionais, e que mesmo sem nos dar conta, nos adaptamos e aprendemos com isso.”

Melhores filmes de drama dos anos 2000 - Sangue Negro
1- Sangue Negro (There Will Be Blood, 2007, Paul Thomas Anderson)

“No longa, acompanhamos Daniel Plainview (Lewis) em sua jornada na busca por petróleo. Já no início, o personagem surge em um ambiente totalmente escuro e sombrio, o que reflete sua personalidade. Essa lógica se repete várias vezes durante a obra, inclusive em aparições nas quais Daniel aparece banhado em petróleo. Além disso, o filme deixa bem claro o que significaria achar o óleo – considerando que em uma das cenas a poça de petróleo recém-encontrado lembra uma caveira.

Paul Thomas Anderson é um dos grandes cineastas atuais e Sangue Negro é um de seus melhores trabalhos. O filme realiza um sensível estudo de personagens e da influência do poder em suas relações, além de apresentar diversas sutilezas, como a ironia no nome do protagonista. Uma obra realmente brutal e magnífica, e, não creio ser exagero afirmar, um dos melhores filmes da década passada.”


CONTINUE LENDO PARA CONHECER OUTRAS DICAS QUE ACABARAM DE FORA DO RANKING FINAL:

Redação do Buteco

Cinema por quem entende mais de mesa de bar.