Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Os melhores filmes de 2008

O CINEMA DE BUTECO ORGULHOSAMENTE APRESENTA OS MELHORES FILMES DE 2008. Apreciem sem moderação.

FALAR SOBRE OS LANÇAMENTOS DE 2008 É FALAR SOBRE A ORIGEM DO CINEMA DE BUTECO. Afinal, foi justamente nesse ano que iniciamos as nossas atividades com uma equipe formada de gente apaixonada por cultura pop e decidida a compartilhar várias dicas com o máximo de pessoas possível.

Começamos com um grupo de mineiros e cariocas. Um monte de jovens adultos iniciando suas descobertas cinéfilas e com uma grande pretensão de se aventurar nesse mundão da internet. 2008 é realmente um ano especial para a gente e não poderíamos pensar em começar esse ano de 2018 com uma lista diferente dessa.

- Advertisement -

Esperamos que se divirtam aqui relembrando ou até conhecendo produções lançadas nessa época. Deixem os comentários com seus filmes favoritos!

Conheça os melhores filmes de 2008

#20

Melhores Filmes de Ação - Busca ImplacavelBusca Implacável (Taken, Pierre Morel) Liam Neeson recusou o papel de 007 num passado distante e alegou que não gostaria de ser um ator de filmes de ação. Será que ele imaginava que teria uma verdadeira transformação na carreira a partir do momento em que decidiu se arriscar em Busca Implacável? Hoje em dia deve até bater o arrependimento de não ter aceitado ser o James Bond…

O longa-metragem conta a história de um ex-agente da CIA que viaja através da Europa usando suas velhas habilidades para tentar resgatar a filha, que foi sequestrada durante uma viagem a Paris.

Existem duas continuações, mas nenhuma delas chega perto da qualidade da primeira. Se você não viu ainda, e aprecia filmes de ação, não perca a oportunidade!


#19

Ressaca de Amor (Forgetting Sarah Marshall, Nicholas Stoller) Posso dizer que conheci Jason Segel da maneira mais intensa e íntima – e não acredito que fui o único a ter um primeiro contato com o ator justamente naquela brilhante DR que abre Ressaca de Amor. Inclusive, se existisse uma lista de melhores DR do cinema, essa estaria no topo!

Primeiro filme dirigido por Nicholas Stoller, Ressaca de Amor conta a história de um homem que está completamente devastado pelo término do seu relacionamento com uma estrela da TV. Ele decide tirar férias para lidar melhor com a situação, mas acaba surpreendido quando descobre que a sua ex também viajou para o mesmo hotel e ainda trouxe seu novo namorado.

Deliciosa comédia romântica com aqueles momentos completamente inapropriados e sem noção, bem típicos da turminha de Judd Apatow, Seth Rogen, Jonah Hill etc.


#18

Bronson - melhores filmes de 2008Bronson (Nicolas Winding Refn) Tom Hardy já mostrava seu talento muito antes de conhecer Christopher Nolan em A Origem e começar a se tornar um dos atores mais talentosos dos últimos anos. Ao lado do cineasta dinamarquês Nicolas Winding Refn (Drive), o ator dá vida para um dos tipos mais esquisitos que já viveu na telona.

Bronson fala sobre um jovem que é sentenciado a cumprir pena de sete anos numa prisão após um assalto, mas acaba passando três décadas confinado. O período todo que passou na solitária e longe do convívio com outras pessoas, acabou debilitando a sua condição mental e estimulou a criação de um alter-ego chamado Charles Bronson.

Atuação simplesmente fantástica de Hardy.


#17

Melhores filmes de ação dos anos 2000 - Homem de FerroHomem de Ferro (Iron Man, Jon Favreau) O universo cinematográfico da Marvel aproveitou um momento bom (devido ao sucesso de Christopher Nolan em Batman Begins) para fazer a sua aposta. Mal sabia que estava iniciando um verdadeiro domínio que transformou a indústria do cinema.

Homem de Ferro nunca foi um herói do primeiro escalão, mas ao colocar Robert Downey Jr. na pele do multimilionário Tony Stark isso deixou de importar e o personagem rapidamente se transformou em um dos queridinhos dos fãs.

Até hoje, Homem de Ferro permanece como um dos melhores momentos da Marvel nos cinemas. Justamente porque não haviam expectativas ou regras a serem seguidas. Jon Favreau comandou um dos grandes filmes de super-herói de todos os tempos.


#16

melhores filmes 2008Rebobine, Por Favor (Be Kind Rewind, Michel Gondry) Com o negócio prestes a falir, o personagem de Danny Glover decide viajar para pesquisar os hábitos dos consumidores das grandes locadoras da cidade. Percebe que o VHS precisa ser substituído pelo DVD e assim talvez consiga manter o seu prédio, que está ameaçado de ser demolido. Enquanto isso, seus dois funcionários que ficaram encarregados de cuidar da loja (Jack Black e Mos Def) descobrem que todas as fitas apagaram. Começa então um divertido jogo onde eles passam a “suecar” as versões dos filmes, fazendo várias paródias hilárias de filmes como King Kong, Caça-Fantasmas e Hora do Rush 2.

Diversão garantida comandada pelo sempre genial Michel Gondry (Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças).


#15

na mira do chefe - melhores filmes de 2008Na Mira do Chefe (In Bruges, Martin McDonagh) Divertido thriller de comédia que apresenta a história de dois bandidos que viajam para a Bélgica para tirar férias, mas acabam descobrindo que a viagem não será garantia de sossego depois que o passado começa a querer cobrar as suas dívidas.

Na Mira do Chefe foi um longa que durante muito tempo considerei um tanto superestimado, mas a verdade é que existe uma inteligência sagaz com um humor muito inteligente, que faz a gente rir com boas doses de ironia.

Se você aprecia a obra dos irmãos Coen, Martin McDonagh é um cineasta que merece a sua atenção!


#14

melhores filmes de 2008Queime Depois de Ler (Burn After Reading, Ethan Coen, Joel Coen) Queime Depois de Ler é um filme que começa do nada e termina em lugar nenhum. Parece ser esta a intenção dos irmãos Coen, não só neste, mas em toda a sua filmografia.

A história é mais ou menos assim: um ex-agente da CIA, Ozzie Cox (Malkovich), após ser despedido decide se dedicar a carreira de escritor, e quer publicar suas memórias. Sua mulher Katie Cox (Tilda Swinton), o ridiculariza, e pretende se divorciar, para viver com seu amante Harry Pfarrer (Clooney), que por sua vez além de um casamento fracassado, mantém encontros furtivos com mulheres que conhece na internet. Uma dessas mulheres é Linda Litzke (McDormand), que embora trabalhe numa academia, sente-se extremamente mal com seu corpo, e pretende fazer algumas cirurgias plásticas para reformular sua aparência. Finalmente temos seu companheiro de trabalho Chad Feldheimer (Brad Pitt, o melhor do filme), um afetado e sem noção personal trainer, que entre uma coreografia cafona e outra, age sem usar nem 30% de seu cérebro…


#13

melhores filmes dirigidos por mulheres - guerra ao terrorGuerra ao Terror (The Hurt Locker, Kathryn Bigelow) Dirigido por Kathryn Bigelow, o longa gerou bastante controvérsia quando foi lançado e, também, por ter ganhado o Oscar de melhor filme e de melhor diretora. Três soldados do esquadrão antibombas norte-americano atuam no Iraque, em meio às tensões de uma ocupação em que tudo se transfigura em ameaça. Um erro faz com que um deles morra e seja substituído por William James, que executa suas tarefas com muito sangue frio. Tudo e todos ao redor dos soldados podem desencadear explosões: a vida no Iraque ocupado é um risco constante.

A tensão permeia o longa, que se configura mais como uma série de desarmes de bombas do que como uma narrativa convencional. Ainda assim, é um interessante contraponto aos tradicionais filmes de guerra, cheios de vitórias e patriotismos. Por isso, o filme é mais humano ao apresentar um rosto mais real para a guerra. Kathryn Bigelow foi a quarta mulher a ser indicada ao Oscar de melhor direção e a primeira e única a levar o prêmio para casa. (Aline Monteiro Homssi)


#12

Sinédoque, Nova York (Synecdoche, New York, Charlie Kauffman) Em Sinedóque NY somos apresentados à vida de Caden Cotard (Philip Seymour Hoffman), e ao atual estado de coisas em que ela se encontra. Surge uma proposital sensação de estranhamento, de incômodo no espectador: algo não está em seu lugar. Como se as ações se encadeassem sem muita coerência na vida daquele pai de família-diretor de teatro. Caden vive, mas é como se não estivesse lá. Caden está morto.

O texto de Charlie Kaufman (que agora é dirigido por ele mesmo) já é conhecido por sua inventividade e por tocar em assuntos complexos alternando profundidade e leveza. Percebe-se que muito dessa tal “leveza” se devia à contribuição da visão de outros diretores (Spike Lee para Quero Ser John Malkovich e Michel Gondry para Brilho Eterno de Uma Mente Ser Lembranças), já que em Sinédoque NY tudo é mais sombrio, mais triste. A história em si contribui para isso, e não deixa muito espaço para os delírios visuais que víamos naqueles filmes.


#11

Trovão Tropical (Tropic Thunder, Ben Stiller) Se você procura saber sobre as melhores comédias dos últimos dez anos, certamente precisa conhecer essa pérola hilária comandada por Ben Stiller e com participações especiais de Tom Cruise (irreconhecível na pele de um empresário careca maluco), Matthew McConaughney, Jack Black, Robert Downey Jr. e o próprio Stiller.

A trama possui elementos de metalinguagem e apresenta um grupo de atores viajando até um território hostil para realizar filmagens de um novo filme, mas as coisas fogem do controle e eles demoram a perceber que as coisas que começam a acontecer ao redor deles não são meros efeitos visuais.

Trovão Tropical é uma comédia divertida, gráfica e politicamente incorreta. Garantia de boas risadas! Detalhe para Downey Jr usando maquiagem, como se fosse negro.


#10

the chaser melhores filmes de 2008 psicopatasO Caçador (The Chaser, Hong-jin Na) Existe uma genialidade ímpar em determinadas produções orientais. Assim como em Eu Vi o Demônio ou O Lamento, O Caçador é um exemplar que mostra qualidade acima da média de muitas coisas produzidas em Hollywood.

Sugestão de uma leitora que estava me ajudando com dicas para a tão adiada lista de melhores filmes com psicopatas, O Caçador apresenta uma sufocante narrativa em que um cafetão começa a perder a sua “mão de obra”, e sem querer, acaba se envolvendo com uma psicopata assustador daqueles que poucas vezes tivemos a chance de acompanhar nos cinemas.

Se prepare para horas de tensão em que a narrativa deixa a gente indignado ao notar que problema de impunidade não é algo exclusivo no Brasil e que despreparo profissional também é comum até lá fora…


#9

melhores filmes de 2008 foi apenas um sonhoFoi Apenas Um Sonho (Revolutionary Road, Sam Mendes) Relacionamentos não são fáceis de conduzir. Há inúmeros fatores que podem desencadear desde os momentos mais românticos e de cumplicidade, até os de crise mais tensa. Embora não sei odeiem Frank (DiCaprio) e April (Winslet) estão entre os dois pontos em seu casamento.

Visivelmente frustrados não conseguem esconder a falta de preparo para lidar com estas frustrações (ela não tem talento para ser a atriz que sonhava ser, e ele cada vez mais se identifica com seu pai, cujo emprego medíocre repudiava quando criança), e as brigas provenientes disso são terríveis. Ao mesmo tempo, quando enxergam uma possibilidade de mudança, de fuga dessa situação, se tornam amantes novamente, cheios de esperanças e de planos. Mas tudo não passa de um sonho…


#8

melhores filmes de 2008 - cloverfieldCloverfield: Monstro (Cloverfield, Matt Reeves) Fazendo jus a campanha de marketing inventiva que deixou o público curioso, Cloverfield é um dos poucos filmes do subgênero found footage que realmente respeita as “regras”: um bom motivo pra alguém estar filmando, apenas uma câmera, montagem apenas com edições que simulam a câmera sendo desligada e ligada mais adiante, sem trilha sonora (ah não ser a ótima musica-tema dos créditos).

Tudo para entregar o que talvez seja a cópia americana do Godzilla que mais se assemelha tematicamente ao filme nipônico feito em resposta as bombas atômicas, ao passo que aqui o monstro se apresenta como o terror pós-11 de setembro refletido nas tomadas sufocantes de cortinas de fumaça. (Vinícius Colares)


#7

quem quer ser um milionario melhores filmes de 2008Quem Quer Ser Um Milionário? (Slumdog Millionaire, Danny Boyle) Apesar de ter levado uma surra na nossa lista de Melhores Vencedores do Oscar de Melhor Filme nos últimos 10 anos, Quem Quer Ser Um Milionário? apresenta Danny Boyle em alto nível narrando uma aventura com elementos de perda, superação, amizade, confiança, sorte e amor.

Sem medo de ser brega, o longa se divide em várias narrativas em que o protagonista divide com o público tudo que aconteceu em sua vida até que ele chegasse na final de um programa de auditório. Através do acaso e das suas experiências pessoais, nosso herói vai respondendo todas as perguntas de um tipo de Show do Milhão sem o Sílvio Santos.

Quem Quer Ser Um Milionário? é uma diversão garantida sob os olhares atentos de um dos maiores cineastas de todos os tempos.


#6

thewrestler o lutador melhores filmes de 2008O Lutador (The Wrestler, Darren Aronofsky)  O que você vai fazer da vida quando o seu corpo não permitir mais que você faça a única coisa que você sabe?

O Lutador, de Darren Aronofsky, é um filme de substituição e mostra, seja no protagonista , ou no personagem Randy “The Ram” Robinson, de Mickey Rourke, ou ainda na stripper interpretada por Marisa Tomei, o velho sendo substituído pelo novo.

Diversas outras cenas reforçam o conceito como a conversa sobre como o Nirvana apareceu e estragou cena do Rock na época protagonizado pelos Guns n’ Roses, ou ainda com o desinteresse de um menino pelo videogame antiquado.

Destaques ainda para a forma de filmagem quase documental de um lutador de luta livre em fim de carreira e para a trilha sonora repleta de rock dos anos 80. (Leonardo Lopes Carnelos)


#5

melhores filmes 2008


Gran Torino
(Clint Eastwood) Clint Eastwood é um dos poucos atores a emplacaram grandes personagens no cinema por mais de 5 décadas seguidas. E mesmo aparentemente ele interpretar personagens muito parecidos durante sua carreira, ainda assim consegue surpreender e reinventar-se.

Em Gran Torino ele vive Walter Kowalski, um viúvo veterano da guerra da Coréia que vê a degradação do bairro onde viveu a vida inteira após a imigração Hmong, refugiados do sudeste asiático. Mas ao mesmo tempo, ao se aproximar melhor de seus vizinhos, ele cria uma relação de paternidade muito maior que com seus filhos biológicos que consideram que ele deveria ir para um asilo.

Analisando este filme isoladamente já temos um ótimo resultado, mas ao combinar a saga do Sr. Kowalsky com o histórico de Sr. Eastwood o longa consegue crescer ainda mais. (Leonardo Lopes Carnelos)


#4

melhores filmes de 2008Batman: O Cavaleiro das Trevas (The Dark Knight, Christopher Nolan) A morte de Heath Ledger garantiu a permanência de Batman: O Cavaleiro das Trevas na lembrança de todos os cinéfilos do mundo, inclusive aqueles que detestam esse subgênero baseado em histórias em quadrinhos.

Ledger ofuscou Christian Bale e roubou o protagonismo do Morcegão. Mesmo com um roteiro forte e um nível de direção elevado de Nolan, nada disso consegue chamar mais a atenção que a presença sedutora e hipnótica do vilão Coringa.

Dos minutos iniciais com aquela genial sequência de assalto ao banco, passando pela invasão com direito a truque de mágica na reunião dos bandidos de Gotham, do papo cabeça com o Homem-Morcego na cena do interrogatório, até a sequência final em que fica de cabeça para baixo, o Coringa é o coração que torna O Cavaleiro das Trevas tão especial na nossa memória.


#3

melhores filmes de 2008Vicky Cristina Barcelona (Woody Allen) Das certezas que temos na vida, é garantido que todo ano teremos um novo trabalho de Woody Allen nos cinemas. A produção prolífera não significa obviamente que todos serão incríveis, como é o caso de Vicky Cristina Barcelona.

Com sua tradicional habilidade em criar diálogos afiados e personagens cheios de probleminhas ou dúvidas emocionais, Allen cria uma deliciosa experiência sensual para seu público. Seja você homem ou mulher, é fato que ficará atraído pelo romance explosivo de Scarlett Johansson, Javier Bardem e Penelope Cruz, ainda que prefira o disfarce de timidez que Rebbeca Hall veste durante boa parte da trama.

Vicky Cristina Barcelona é um dos filmes mais excitantes já produzidos e faz isso com uma naturalidade quase ofensiva para quem só pode chupar o dedo diante a improvável possibilidade de um dia experimentar algo remotamente parecido em seus relacionamentos.


#2

Melhores filmes de terror dos anos 2000 - Deixa ela entrarDeixa Ela Entrar (Let the Right one In, Tomas Alfredson) Deixa ela entrar é o típico filme que quanto menos você souber antes de ver, melhor.

Oskar vive longe do pai, e sofre de violência de alguns colegas de classe. É pouco se compararmos com a situação de Eli, que é uma vampira e precisa de sangue para viver. Mas como é possível medir o sofrimento, ainda mais se for de uma criança? Então, a situação dos dois é triste.

A dupla criativa nos transporta pelos vários ritmos do filme de um jeito de causar inveja. Passamos pelo drama e terror, e entremomentos meigos, sem ficarmos perdidos. Não senti nada de errado em um momento cheio de ternura vir logo depois, ou logo antes de uma cena de carnificina comedida. O modo que Eli se movimenta e apresentada para o espectador é outro detalhe digna de nota. Mesmo que você não saiba de nada ao entrar no cinema, o diretor vai te dando essas pistas sutis que nem seria necessário que fossem ditas mais tarde, quando Oskar pergunta para Eli se ela é uma vampira. (Tiago Paes, do blog Um Tigre no Cinema)


#1

Wall-e (Andrew Stanton) Imaginem só a ousadia de convencer os executivos poderosos da Disney de que uma produção que usa a maior parte do seu tempo em silêncio, com apenas um robô passeando por um imenso lixão conhecido como planeta Terra. Andrew Stanton conseguiu a façanha e comandou uma das melhores animações dos últimos anos e um dos grandes longas dos anos 2000.

Obra de cabeceira, daquelas que você precisa ver pelo menos uma vez por ano, Wall-e apresenta um robô que vive sozinho na Terra catando sucatas até receber a visita de Eva, um robô bem mais avançado que chega com a missão de provar que existe possibilidades de vida no planeta depois de muitos anos desabitado.

Verdadeira odisseia no espaço que Stanley Kubrick deve ter ficado orgulhoso, onde quer que esteja. Nós, como cinéfilos, certamente ficamos encantados a cada vez que acompanhamos as aventuras do robozinho.

Menções honrosas:

# Frost/Nixon (Ron Howard)
# Um Conto de Natal (A Christmas Tale, Arnaud Desplechin)
# Há Tanto Tempo Que Te Amo (Il y a longtemps que je t’aime, Philippe Claudel)
# Milk: A Voz da Igualdade (Milk, Gus Van Sant)
# Che: O Argentino (Che: Part One, Steven Soderbergh)
# Ballast (Lance Hammer)
# Ponyo: Uma Amizade que Veio do Mar (Ponyo, Hayao Miyazaki)
# Entre os Muros da Escola (The Class, Laurent Cantet)
# Fome (Hunger, Steve McQueen)
# O Equilibrista (Man on Wire, James Marsh)
# O Curioso Caso de Benjamin Button (The Curious Case of Benjamin Button, David Fincher)

Comentários