Review: Prison Break s05e08 – Progeny

Os personagens dessa série podem até não ter muita decência, mas pelo menos têm descendência. Chamem o Ratinho porque o DNA de hoje é surpreendente. Vamos à análise.

Descendência

Já dizia o poeta:

– Pai, você foi meu herói, meu bandido! Hoje é mais muito mais que um amigo. Nem você, nem ninguém tá sozinho.

Não está mesmo, não. Acabou encontrar o filho Mike, porém a vocalista do Roxette estava junto, se disfarçando de Sara. Que emboscada!

Tudo isso aconteceu porque o Poseidon pintou e bordou um jeito de enganar Michael e atraí-lo até a casa, achando ser do próprio filho um mapa em forma de desenho. Aliás, convenhamos, o menino tem um QI muito acima da média, assim como o pai. Cria códigos e formas enigmáticas como Scofield. É um gênio mirim, mais ainda muito inocente.

Tal pai tal filho

T-Bag sempre foi durão e mau caráter. Carne de pescoço mesmo. Mas nesta temporada, enfim amoleceu seu coração. Há algumas semanas surgiram teorias/spoilers dizendo que Whip era filho do maneta. Bingo! Era isso mesmo. Inclusive, em poucos segundos percebemos que, assim como Mike e Scofield, os dois são parecidos. A diferença é que o filho de Michael pratica artes plásticas e o de T-Bag a arte do crime.

Theodore nos revela o verdadeiro nome do descendente: Dave Martin. Conta também que conheceu a mãe do rapaz em um bar, ela era garçonete. Depois que o recinto fechou, resolveu umas “chicotadas na barata dela” e nunca mais a viu. Com isso, surgiu o futuro apelido Whip, que quer dizer chicote em inglês.

Quem diria que o cara mais canalha de Prison Break um dia seria papai? Poxa vida, esse é todo o porquê do malfeitor ter voltado à série, saído da prisão e colocado mão postiça. Era para conhecer o filho que estava preso, mas ninguém poderia imaginar ser o braço direito de Michael. Parabéns!

O que esperar

O próximo episódio será o nono e último desta quinta temporada e deve espirrar bastante sangue, ao que vimos na cena final do oitavo. Mesmo sem a Fox confirmar se haverá a sexta temporada, devido à baixa audiência, podemos esperar o óbvio: Michael Scofield lutará até o fim e recuperará sua família. Jacob e pelo menos um dos agentes morrerá. Lincoln ficará com Sheba, mas depois reativará o “modo desapego”. Se T-Bag se tornará bonzinho de vez e ajudará o filho que acabou de conhecer. Isso se não morrer antes.

Parece novela mexicana, né? É muitas vezes óbvia e repetitiva, mas a gente está sempre ali acompanhando, na espera por um final feliz que custa chegar. Ao contrário da análise do episódio derradeiro que virá muito em breve. Até lá.

Walter Riedlinger

Jornalista. Palmeirense fanático e Pé vermelho com orgulho. Escrever e cantar são minhas paixões.