Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Oscar 2020: previsões finais

As apostas finais para os indicados ao Oscar estão prontas. Confira!

Chegamos à parada final. Muitas coisas mudaram desde as listas de setembro, outubro, novembro e dezembro, principalmente após o Globo de Ouro e os indicados ao BAFTA, SAGAnnie, DGA, PGA, WGA, entre outras premiações relevantes para o Oscar. Também tivemos as pré-listas da Academia, que já nos dão uma ideia do que esperar em categorias específicas.

Veja a minha análise sobre as principais categorias:

Filme

- Advertisement -

O drama 1917 surpreendeu muita gente ao levar o Globo de Ouro de melhor filme de drama. Afinal, era uma categoria que tinha o Irlandês, Coringa e História de um Casamento. No entanto, sem tirar nenhum mérito da aclamada produção de Sam Mendes, alguns especialistas já previam a vitória do longa. Além das excelentes críticas, a película foi bastante impulsionada pela Universal Pictures e expandiria nacionalmente esta semana. Ou seja, vencer o Globo de Ouro era a tática perfeita para atrair os espectadores americanos.

No caso da categoria principal do Oscar, é melhor aguardar o SAG de melhor elenco, o PGA e o BAFTA, especialmente o sindicato dos produtores. De 2010 pra cá, ele acertou sete ganhadores de melhor filme.

Para os indicados, sabe-se que a academia pode escolher de cinco a dez títulos. Como o ano de 2019 foi repleto de longas de alto nível, acredito que pelo menos nove sejam reconhecidos. Seria uma pena nomear menos que isso, na minha opinião.

Nomes como 1917, O Irlandês, Era uma vez em…Hollywood, História de um Casamento, Jojo Rabbit, Parasita, Coringa, Adoráveis Mulheres e Ford vs Ferrari são fortes possibilidades. Lembrando que Dois Papas, The Farewell e Entre Facas e Segredos também podem aparecer na lista.

Direção

Sim, a vitória de Mendes definitivamente deu força ao diretor na categoria. Porém, não se esqueça de Martin Scorsese e Bong Joon-ho, que comandam duas das produções mais aclamadas de 2019. Além disso, se voltarmos atrás, de 2010 pra cá, veremos que quatro cineastas que levaram o Globo de Ouro para casa acabaram perdendo o Oscar.

O melhor precursor da categoria de direção é o DGA, que, no mesmo período, só errou um de seus ganhadores: Ben Affleck (Argo), que nem indicado ao Oscar foi. No dia 25 de janeiro, vamos descobrir o nome do favorito ao prêmio da academia.

Quatro dos cinco indicados provavelmente serão Mendes, Scorsese, Bong e Tarantino. Taika Waititi é quem mais tem chances de ser o esnobado do DGA, podendo ser substituído por Todd Phillips, Noah Baumbach, Greta Gerwig e até mesmo nomes que correm por fora, como os irmãos Safdie ou Céline Sciamma, por exemplo.

Atuação

Creio que Joaquin Phoenix, Brad Pitt e Laura Dern sejam os nomes vencedores do Oscar em suas respectivas categorias. Pelo menos é o que tudo indica. Melhor atriz tem Renée Zellweger como destaque, mas Scarlett Johansson não deve ser deixada de lado. É melhor aguardar o SAG, que só errou a eventual ganhadora do Oscar duas vezes, desde 2010.

Em relação aos indicados, está tudo muito aberto em algumas vagas. Do lado das atrizes, pelo menos uma do SAG deve sair. Será ela Cynthia Erivo, Lupita Nyong’o ou Charlize Theron? Awkwafina ou Saoirse Ronan no lugar dela? Ou ambas serão indicadas? Só vejo Johansson e Zellweger 100% salvas no momento.

Dern, por sua vez, deve ter ao seu lado Margot Robbie e Jennifer Lopez. Nicole Kidman e Johansson foram reconhecidas pelo SAG, mas precisamos lembrar que nomes como Annette Bening, Zhao Shuzhen, Kathy Bates e Florence Pugh também estão na corrida. Terá Scarlett uma dupla indicação ao Oscar? Eu, particularmente, vejo Pugh dentro por causa do incrível ano que teve, sobretudo em função do fenômeno Midsommar e o sucesso de crítica e bilheteria de Adoráveis Mulheres.

No caso dos atores, está muito complicado fechar as apostas dos indicados. Na categoria principal, Phoenix e Adam Driver estão consolidados. Mas e os outros três? Temos os nomes do SAG, que são Leonardo Dicaprio, Christian Bale e Taron Egerton. Só que é comum a academia esnobar um dos indicados do sindicato, portanto, qual dos três seria o esnobado? E quem entraria no lugar: Antonio Banderas, Robert de Niro, Jonathan Pryce, Eddie Murphy ou Adam Sandler?

Os coadjuvantes formam uma espécie de nata de Hollywood. Além de Pitt, Tom Hanks, Al  Pacino, Joe Pesci e Anthony Hopkins estão entre os favoritos. Porém, Jamie Foxx tem o SAG. Outros nomes possíveis são Alan Alda, Sam Rockwell e, é claro, Song Kang-Ho. A Neon está trabalhando duro na campanha do sul-coreano.

Roteiro

O melhor precursor das categorias de roteiro é o WGA. Este ano, Era uma vez em…Hollywood e The Farewell não eram elegíveis entre os originais e os indicados foram: Fora de Série, 1917, Parasita, História de um Casamento e Entre Facas e Segredos. Tarantino dificilmente ficará de fora como roteirista, então, deve substituir um desses nomes. Qual deles cairá? Ou será que dois ou três ficarão de fora e produções como The Farewell, Joias Brutas e Dor e Glória vão ser reconhecidas pela Academia?

No caso dos roteiros adaptados, o Top 5 mais esperado no Oscar é: Adoráveis Mulheres, Coringa, O Irlandês, Dois Papas e Jojo Rabbit. Ou seja, Um Lindo Dia na Vizinhança seria o esnobado do WGA.

Animação

Está difícil prever os cinco nomes. Quer dizer, Toy Story 4, Link Perdido e Frozen II devem ser indicados. Mas e as outras duas vagas? Teremos um outro blockbuster, no caso, Como Treinar o Seu Dragão 3 e Abominável, ambos da Dreamworks? A Netflix também tem duas possibilidades: Klaus (indicado ao BAFTA e Annie) e Perdi Meu Corpo (indicado ao PGA e Annie).

A GKIDS, que costuma ser indicada ao Oscar, tem como destaque o filme independente O Tempo com Você, reconhecido no Annie. E agora?

Filme Internacional

O Brasil ficou de fora, infelizmente. Só que isso não quer dizer que a categoria ficou fraca. Temos diversas produções de qualidade na corrida!

Parasita (Coreia do Sul) e Dor e Glória (Espanha) estão garantidos. O documentário Honeyland (Macedônia do Norte) tem a seu favor o fato de ter entrado na shortlist de documentário, indicação ao PGA de documentário e ao Independent Spirits, além de prêmios no Festival de Sundance e NYFCC.

A França, que é a nação mais indicada na história da categoria, tem tudo para somar mais uma. Desta vez, com o elogiado Os Miseráveis, indicado ao Globo de Ouro, vencedor do Prêmio do Júri no Festival de Cannes e uma forte campanha da Amazon Studios. O provável quinto nome seria Atlantique (Senegal). Distribuída pela Netflix, a produção tem no currículo o Grande Prêmio do Júri em Cannes, reconhecimentos no Festival de Londres, National Board of Review e NYFCC. Outro destaque é a indicação de sua diretora, Mati Diop, ao DGA de melhor primeiro filme.

Os demais títulos presentes na shortlist da Academia são Uma Mulher Alta (Rússia), Corpus Christi (Polônia), Aqueles que Ficaram (Hungria), The Painted Bird (República Tcheca) e Truth and Justice (Estônia).

 

Confira a lista final de previsões a seguir! As indicações serão anunciadas em 13 de janeiro, com cerimônia em 09 de fevereiro.

Assista ao videocast sobre o Oscar, com Larissa Padron, AQUI.

Lista da Larissa AQUI.

MELHOR FILME
História de um Casamento

1917

Era uma Vez em…Hollywood

Jojo Rabbit

Parasita

Dois Papas

O Irlandês

Adoráveis Mulheres

Coringa

Ford vs Ferrari

 

MELHOR DIREÇÃO
Quentin Tarantino, Era uma vez em…Hollywood

Sam Mendes, 1917

Todd Phillips, Coringa

Joon-ho Bong, Parasita

Martin Scorsese, O Irlandês

Alt: Greta Gerwig, Adoráveis Mulheres; Noah Baumbach, História de um Casamento; irmãos Safdie, Joias Brutas

 

MELHOR ATRIZ
Scarlett Johansson, História de um Casamento

Lupita Nyong’o, Nós

Saoirse Ronan, Adoráveis Mulheres

Charlize Theron, O Escândalo

Renee Zellweger, Judy

Alt: Awkwafina, The Farewell; Cynthia Erivo, Harriet

 

MELHOR ATOR
Adam Driver, História de um Casamento

Joaquin Phoenix, Coringa

Christian Bale, Ford vs Ferrari

Leonardo Dicaprio, Era uma vez em…Hollywood

Antonio Banderas, Dor e Glória

Alt: Taron Egerton, Rocketman; Jonathan Pryce, Dois Papas; Adam Sandler, Joias Brutas

 

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Laura Dern, História de um Casamento

Florence Pugh, Adoráveis Mulheres

Margot Robbie, O Escândalo

Jennifer Lopez, As Golpistas

Scarlett Johansson, Jojo Rabbit

Alt: Shuzhen Zhao, The Farewell; Annette Bening, O Relatório; Kathy Bates, Richard Jewell

 

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Brad Pitt, Era uma vez em…Hollywood

Al Pacino, O Irlandês

Tom Hanks, Um Novo Dia na Vizinhança

Anthony Hopkins, Dois Papas/Song Kang-Ho, Parasita

Joe Pesci, O Irlandês

Alt: Willem Dafoe, O Farol

 

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Noah Baumbach, História de um Casamento

Rian Johnson, Entre Facas e Segredos

Quentin Tarantino, Era uma vez em…Hollywood

Joon-ho Bong e Jin Won Han, Parasita

Lulu Wang, The Farewell

Alt: Joias Brutas, irmãos Safdie; Dor e Glória, Pedro Almodóvar; Sam Mendes e Krysty Wilson-Cairns, 1917

 

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Taika Waititi, Jojo Rabbit

Anthony McCarten, Dois Papas

Todd Phillips e Scott Silver, Coringa

Steven Zaillian, O Irlandês

Greta Gerwig, Adoráveis Mulheres

Alt: Micah Fitzerman-Blue e Noah Harpster, Um Novo Dia na Vizinhança

 

MELHOR ANIMAÇÃO
Toy Story 4

Frozen II

O Tempo com Você

Klaus

Link Perdido

Alt: Como Treinar o seu Dragão 3; Perdi Meu Corpo; Abominável; Funan

 

MELHOR FILME INTERNACIONAL
Dor e Glória (Espanha)

Parasita (Coreia do Sul)

Atlantique (Senegal)

Les Misérables (França)

Honeyland (Macedônia do Norte)

Alt: Uma Mulher Alta (Rússia); Corpus Christi (Polônia)