Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Oscar 2021: previsões de dezembro

Nova lista de previsões do Oscar 2021, para fechar o ano!

 

oscar 2021 previsões dezembro

OSCAR 2021: PREVISÕES DE DEZEMBRO. EM JULHO, PUBLIQUEI A PRIMEIRA LISTA DE PREVISÕES PARA O OSCAR 2021. TRÊS MESES ATRÁS, PUBLIQUEI OUTRA. DE LÁ PRA CÁ, MUITA COISA ROLOU NA CORRIDA. CONFIRA A LISTA ATUALIZADA QUE FECHA O ANO!

- Advertisement -

De setembro a dezembro, muita coisa aconteceu no mundo do cinema. Tivemos festivais e diversos lançamentos em streaming e salas (com restrições, é claro). Tudo isso influenciou a corrida para a maior premiação da sétima arte. Confira os principais destaques do período e a nossa lista atualizada!

Festival de Nova York

Finalmente, tivemos as aguardadíssimas recepções de dois longas. Primeiramente, On The Rocks foi o escolhido para abrir o Festival de Nova York no fim de setembro. No momento, conta com 85% no Rotten Tomatoes e 73/100 no Metacritic. Ou seja, trata-se de algo bem sólido. Com uma boa campanha da A24, a produção de Sofia Coppola pode conseguir alguma indicação, especialmente como roteiro original. Além do lançamento limitado no cinema em 2 de outubro, tem distribuição online na Apple TV+.

Lembrando que a A24 ainda tem em seu catálogo First Cow (indicado ao Gotham Awards), que rodou em Telluride, Toronto e Berlim, e o aclamado Minari. Este é um forte candidato às estatuetas de melhor filme, roteiro original e atuação. Será que a A24 conseguira ter sucesso nesta temporada ou terá pouco reconhecimento da Academia como na última cerimônia?

Outra produção exibida em NY foi French Exit. Estrelada por Michelle Pfeiffer e Lucas Hedges, ela não tem uma aprovação alta da crítica, mas Pfeiffer tem sido bastante elogiada por sua performance. O longa só estreia em fevereiro nos cinemas, com distribuição da Sony Pictures Classics. The Father, também do estúdio, chega às salas americanas no mesmo mês. O provável é vermos o estúdio investindo em Pfeiffer na categoria de melhor atriz, e em Olivia Colman como atriz coadjuvante. Anthony Hopkins indicado a melhor ator é praticamente certo.

previsões do oscar 2021

Festival de Londres

Destaco duas películas no Festival de Londres. Another Round, de Thomas Vinterberg, saiu de terras londrinas com o prêmio de melhor filme. O drama deveria ter estreado em Cannes, mas a pandemia do COVID-19 adiou a estreia mundial para Toronto. Sim, o elogiado drama dinamarquês já havia sido visto antes da plateia britânica conferi-lo, mas novo o reconhecimento foi de muito peso. Mads Mikkelsen protagoniza a história, que representará a Dinamarca na categoria de Melhor Filme Internacional. E deve ser indicada.

Também premiado em Londres foi o documentário The Painter and the Thief, de Benjamin Ree. A produção norueguesa tem uma aprovação de 97% no RT, e de 78/100 no MC. Além deste prestigiado prêmio, ele havia levado o World Cinema Documentary Special Jury Award no Festival de Sundance, há quase um ano. A Neon (sim, que distribuiu Parasita!) é a responsável pela distribuição do doc.

Algo que eu não falei por aqui antes é que o estúdio também fará a campanha de Ammonite. Em janeiro, a Neon adquiriu os direitos de distribuição na América do Norte. Apesar da recepção não ter sido excelente, são 68% no RT e 73/100 no MC. Com a campanha certa, Kate Winslet e Saoirse Ronan têm chances de serem indicadas pela Academia.

AFI Fest

O AFI Fest teve três filmes que chamaram a minha atenção. Um deles é a animação Wolfwalkers, que estreou em Toronto, passou por Londres, e venceu o prêmio AFI de melhor narrativa. Ela tem distribuição da GKIDS e chegou às salas americanas no começo de dezembro. Online, está disponível na Apple TV+ desde sexta-feira, 11/12. A produção ainda foi indicada ao Gotham Awards de melhor filme internacional, por ser uma co-produção entre Irlanda, Luxemburgo, Estados Unidos e França.

Saindo da TV para a telona, Rachel Brosnahan protagoniza I’m Your Woman, cuja recepção, após estreia no AFI, foi bem sólida. Não sei se suficiente para algo maior, pois a categoria de melhor atriz está muito concorrida. O estúdio responsável pela distribuição do longa é a Amazon Studios. Esta tem um catálogo que ainda inclui: Sound of Metal (roteiro original e Riz Ahmed como Melhor Ator); o polêmico Borat (um dos lançamentos SVOD de maior audiência em 2020); e One Night in Miami, de Regina King (segundo lugar em Toronto, atrás de Nomadland, e indicado ao Gotham).

Por fim, temos 76 Days. O aclamado documentário sobre o COVID-19 em Wuhan levou o prêmio da audiência na categoria de doc, e conta com indicação ao Gotham. A MTV Documentary Films adquiriu os seus direitos pouco após a sua estreia em Toronto. As críticas são excelentes, mas não sei se a MTV é capaz de conseguir uma indicação ao Oscar, pois não tem tradição na corrida.

previsões do oscar 2021

Netflix

A Netflix tem uma lista grande de filmes para o Oscar 2021. Nos últimos meses, vimos três deles chegarem à plataforma de streaming. Os Sete de Chicago foi extremamente bem recebido pela imprensa, com 90% no RT e 77/100 no MC. Nove anos depois de O Homem que Mudou o Jogo, Aaron Sorkin pode ter um novo sucesso no Oscar, agora como roteirista e diretor. Os $ 56 milhões investidos pela Netflix valeram a pena, certo? Pra quem não sabe, a Paramount Pictures lançaria o drama, mas a pandemia veio; o resto é história.

Hillbilly Elegy, bom, esse não foi como o esperado. Tinha expectativas altas para Amy Adams e Glenn Close, mas o fracasso de crítica deve atrapalhar o seu desempenho na temporada. São apenas 26% de aprovação no RT e 39/100 no MC. Uma pena. Close ainda é uma aposta em atriz coadjuvante, vale ressaltar!

David Fincher voltou seis anos após nos deliciar com Amy Dunne em Garota Exemplar. Desta vez, o cineasta traz uma história escrita pelo pai, Jack Fincher. Contando os bastidores de um dos melhores filmes de todos os tempos, Cidadão Kane, ele agradou a crítica. Com certeza o veremos na temporada de premiações em categorias diversas, tanto nas principais da noite como nas técnicas.

News of the World é da Universal Pictures, mas a Netflix vai distribui-lo fora dos EUA. No momento, o novo filme da dupla Tom Hanks e Paul Greengrass tem aprovação de 87% no RT e 70/100 no MC.

A Netflix ainda tem Destacamento Blood, Pieces of a Woman e Ma Rayney’s Black Bottom. Sim, teremos um outro banho de Netflix no Oscar em 2021!

previsões do oscar 2021 babenco

OUÇA AQUI O PODCAST SOBRE BABENCO NO OSCAR 2021

Brasil na Corrida

E o Brasil? Eu conversei com Waldemar Dalenogare em novembro, exatamente sobre as chances do país no Oscar 2021. O representante da nação na categoria de filme internacional é o documentário “Babenco – Alguém Tem Que Ouvir o Coração e Dizer: Parou”, dirigido por Bárbara Paz. A produção foi exibida e premiada no Festival de Veneza de 2019, mas enfrenta um problema sério: falta de distribuição nos EUA. Qual distribuidora fará isso, além da campanha para o Oscar? Infelizmente, qualidade não é suficiente.

Percebi certo entusiasmo com Bacurau, por causa da indicação ao Gotham de filme internacional. Se você está confuso (a), o drama concorria como representante do Brasil na categoria de filme internacional na última edição da premiação, quando acabaram optando por A Vida Invisível. Apesar disso, a Kino-Lorber lançou a produção nos  EUA somente em março, o que cumpre uma das regras de elegibilidade da Academia. A diferença é que, agora, seria elegível para as demais categorias do evento. Tem chance? Dificilmente.

O Que Falta?

Wes Anderson ficou para 2021 com seu The French Dispatch. O mesmo vale para Duna, Amor, Sublime Amor, e Respect. Por isso, retirei-os da minha lista de previsões. Produções que devem entrar na corrida, mas que ainda não foram exibidas, são: Everybody’s Talking About Jamie, Judas and the Black Messiah e The United States vs. Billie Holiday, todos agendados para 2021.

Oscar 2021: previsões de dezembro. CONFIRA A LISTA DE PREVISÕES DO OSCAR 2021 NA PRÓXIMA PÁGINA!