Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Crítica: Unfriended: Dark Web (2018)

critica unfriended dark web posterO CINEMA DE BUTECO ADVERTE: A crítica de Unfriended: Dark Web não possui spoilers e pode ser apreciada sem moderação.

APESAR DO TÍTULO SUGERIR SE TRATAR DE UMA CONTINUAÇÃO DE AMIZADE DESFEITA (Unfriended, 2014), Unfriended: Dark Web caminha por uma narrativa muito mais tensa. Isso não significa necessariamente que se trata de uma obra sem defeitos, mas como filme de terror acerta em cheio!

Nos minutos iniciais até me preocupei em pausar a exibição para me certificar se algum daqueles personagens teria conexão com os jovens do original. Nenhum deles tem conexão nenhuma, aliás. Tentei forçar minha memória a lembrar detalhes de Amizade Desfeita, mas sem sucesso.

- Advertisement -

A estratégia vencedora do original se repete, mas agora o sobrenatural é ignorado e substituído por uma organização criminosa de super hackers. Não faz o menor sentido, mas por outro lado, aumenta um pouco do medo e desconforto do espectador. Afinal, todos usamos dispositivos conectados a internet e desconfiamos da falta de privacidade…

Imaginar que somos observados o tempo inteiro e estamos vulneráveis é um problemão. No entanto, a forma como esses vilões agem desafiam questões de verossimilhança e ao mesmo tempo que funcionam para gerar tensão, deixam aqueles espectadores mais cascudos se perguntando como seria possível tamanha organização.

Stephen Susco, que já havia assinado o roteiro de O Grito e sua continuação, assume o papel de diretor pela primeira vez e parece uma boa aposta para o futuro. Ainda que seu roteiro tenha algumas falhas bizarras como na transição de um elemento sobrenatural do filme original para uma sociedade de hackers psicopatas.

Unfriended: Dark Web é uma versão digital dos criminosos vistos em O Albergue, de Eli Roth. A diferença é o compromisso do filme é gerar tensão sufocando seus protagonistas nas telas dos seus computadores e incapazes de tomar qualquer atitude para escapar com vida de uma situação problemática.

Comentários