Cinema por quem entende mais de mesa de bar

A Inquilina



- Advertisement -

ATIVIDADE PARANORMAL É UM FILME DE TERROR (OU SERIA SUSPENSE?) ONDE DESCOBRIMOS COMO NOSSA PRÓPRIA CASA PODE SER ASSUSTADORA COM A PRESENÇA DE ESPÍRITOS DEMONÍACOS. Psicose é um outro exemplo de como estamos fodidos em um quarto de hotel dirigido por um lunático carente que num clássico exemplo do complexo de Édipo, se veste como a mãe para assassinar os hóspedes. O longa-metragem A Inquilina acaba usando um pouco das duas produções mencionadas e é claro que fica muito aquém do esperado.

Completamente perdido e sem o mínimo senso de direção, o roteiro apresenta uma médica (Hillary Swank em uma atuação medíocre) que vai morar num apartamento novo e atrai a atenção do esquisito dono do imóvel (Jeffery Dean Morgan, também conhecido como sósia de Javier Bardem). No decorrer do filme, a personagem acaba se deixando seduzir pelo seu senhorio. O problema é que, como geralmente acontece entre 8 a cada 10 pessoas que acabaram de terminar um relacionamento recente, ela acaba percebendo que o sujeito que a corneou é o amor de sua vida e menospreza o latino maníaco que mora na porta ao lado. O que ela não esperava é que o sujeito construiu um apartamento recheado de labirintos e consegue observá-la tomando banho e dormindo, ou seja, ela não vai se livrar dele tão fácil assim.

Nem mesmo a participação especial do grande ator Christopher Lee salva a bagaceira idiota completa que assistimos em A Inquilina. Sem sal, sem suspense, sem organização ou padrões estéticos, o filme do diretor finlandês Antti Jokinen demonstra todo o despreparo e imaturidade de seu trabalho. Claro que a escolha de rodar um filme de suspense que se passa quase que exclusivamente dentro de uma casa não é fácil e costuma ser um grande desafio encontrar um roteiro competente o suficiente para tornar a trama agradável para o público. David Fincher conseguiu a façanha em Quarto do Pânico, mas é preciso valorizar o nome de Fincher e do roteiro brilhante de David Koepp. Infelizmente A Inquilina não tem nenhum desses trunfos na equipe de produção e acabou deixando a desejar.

São 2 caipirinhas (pela cena em que Swank aparece semi-nua e não me importo se pode ser uma dublê de corpo)

The Resident, 2011
Direção: Antti Jokinen
Roteiro: Antti Jokinen
Elenco: Hillary Swank, Christopher Lee, Jeffrey Dean Morgan

Comentários