Assassinos por Natureza | Cinema de Buteco
Críticas de filmes

Assassinos por Natureza

naturalbornkillers Assassinos por Natureza
De Oliver Stone, com Woody Harrelson, Juliette Lewis, Robert Downey Jr. e Tommy Lee Jones, de 1994.

Assassinos por Natureza conta a história dos assassinos Mickey e Mallody Knox, os mais carismáticos serial killers de todos os tempos. Perseguidos por um obsessivo repórter, eles cativam não só seu público lá, mas o espectador que aprecia o filme, e torce para que tudo dê certo com eles. O incrível roteiro de Quentin Tarantino mostra que não é atoa que seus diálogos são dos melhores do cinema (aliás, desde o começo pode-se perceber o dedo de Tarantino na trama).

O filme é uma sucessão surreal de imagens, como se os personagens se encontrassem constantemente num intenso mundo de piração. Imagens em preto e branco e em desenho se misturam ao que pode ser chamado de “realidade”, que se mantém em transformação. Oliver Stone é o maestro dessa sinfonia bizarra; ângulos tortos, zooms e tomadas abertas, e uma iluminação sinistra fazem a diferença.
E tem a crítica…
De uma maneira bem peculiar, o diretor critica a mídia sanguessuga e a violência – isso mesmo! em um filme incrivelmente violento, não há maneira melhor -, e nos põe para refletir, bem sutilmente, sobre o papel dos sensacionalistas. Afinal, eles não querem que idolatremos Mickey e Mallody?

Destaque para a boa trilha-sonora, com canções de Nine Inch Nails a Leonard Cohen, e duas palhinhas da Juliette Lewis. Recomendo demais! Vale 5 caipirinhas!

Trailer:

Redação do Buteco

Cinema por quem entende mais de mesa de bar.

Comentários