Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Cadê os Morgans?

Talvez você não seja do tipo que liga para os antepassados dos diretores e roteiristas. Nesse caso, o filme de Marc Lawrence cairia bem para uma tarde descompromissada de domingo. Afinal, não há como negar que Cadê os Morgans? é uma comédia gostosa de assistir e que consegue arrancar boas risadas. Porém, se você for daqueles cinéfilos chatos e detalhistas, vai acabar torcendo o nariz quando descobrir que Lawrence tem no currículo filmes como Forças da Natureza, Miss Simpatia, Miss Simpatia 2 e (o menos pior) Letra e Música. Curiosamente, Sandra Bullock (vencedora do Oscar 2010 de melhor atriz por Um Sonho Possível) estrelou os três primeiros e Hugh Grant dividiu cena com Drew Barrymore no último. Mas calma: nem tudo está perdido. Ainda existe salvação para Marc Lawrence.

- Advertisement -

O que torna Cadê os Morgans? engraçado é a atuação inspirada de Hugh Grant. O pior é saber que o ator não faz nada que o público já não tenha visto em seus outros papeis, mas parece que Grant nasceu para interpretar esse tipo de personagem e acaba sendo imbatível. Sua parceira de cena, a ex-nariguda de Footloose e mais conhecida como Carrie de Sex and the City, Sarah Jessica Parker, consegue se aproveitar do carisma do ator britânico e disfarça bem as suas limitações. A partir da dinâmica entre os atores principais que percebemos que o diretor Marc Lawrence não é um caso perdido Ele conseguiu dosar bem as piadas e controlou o personagem de Hugh Grant de forma que todas as piadas fossem oportunas e divertidas e isso não é uma coisa simples de fazer. Muitos diretores acabam perdendo a mão e exagerando em cenas que poderiam ser bem mais simples e sem tanta graça.
O filme conta a história de um casal em crise que acaba testemunhando um assassinato. Para proteger a vida do casal, a polícia decide coloca-los no programa de proteção ás testemunhas e os envia para uma distante cidade do interior. O problema é que tanto Paul (Grant) quanto Meryl (Parker) são extremamente consumistas e dependentes do american way of life em Manhattan. O choque dos personagens com os hábitos das pessoas do interior acaba gerando um Familia Buscapé invertido, o que inevitavelmente resulta em excelentes piadas. Destaque para a cena em que Hugh Grant se depara com um urso e entra em desespero. Apesar de não ser uma coisa nova (em Encontro de Casais existe uma sequência em que Vince Vaughn quase é atacado por um tubarão), acabamos caindo na gargalhada mesmo assim.
Tudo estava indo relativamente bem. O romance entre os personagens foi fluindo de maneira natural, o que já era demonstrado no trabalho anterior de Lawrence, e toda a “ação” se concentrava em divertir o espectador. Mas então, quando chegamos na conclusão, Lawrence peca e em um claro exemplo de deus ex machina, tudo se resolve em um piscar de olhos e o casal se vê livre do perigoso assassino. Aliás, estou tentando descobrir os motivos do assassina até agora… Se você souber ou tiver alguma ideia, deixe nos comentários. Mas, novamente, se você estiver apenas atrás de um bom filme de comédia, Cadê os Morgans? cumpre bem o papel. Vale a pena.
3 caipirinhas.
Ficha Técnica:
Cadê os Morgans? (Did You Hear About the Morgans?, 2010)
Dirigido: Marc Lawrence
Roteiro: Marc Lawrence
Genêro: Comédia
Elenco: Hugh Grant, Sarah Jessica Parker
Trailer

Comentários