Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Comportamento Suspeito

Eis que novamente apareço com mais um post sobre um filme suspeito, assim como diz no próprio título. Comportamento Suspeito é um daqueles filmes adolescentes que se acham bem melhores (e mais inteligentes) do que são de fato. Na verdade, eu não consigo me lembrar de algum filme de “terror adolescente” que fosse remotamente bom. E não vou mencionar Prova Final, pois é um filme do Robert Rodriguez e com uma brasileira gostosa no elenco. Não que a brasileira gostosa que eu não lembro o nome tenha alguma importância maior (além de ser a brasileira gostosa do filme de terror adolescente do Robert Rodriguez) na história, mas é que todo mundo sabe que um filme dirigido pelo Robert Rodriguez sempre será (remotamente) divertido. Entre o tosco ridiculo e o tosco do mestre, eu não tenho dúvidas de quem escolher.

- Advertisement -

Mas como você, fiel leitor do Cinema de Buteco, já deve ter lido o post sobre Prova Final, não irei gastar mais tempo falando do mesmo. Comportamento Suspeito é uma produção norte-americana de 1998 e conta com Nick Stahl, James Marsden e a senhora Tom Cruise, Katie Holmes (que seria o equivalente á brasileira gostosa de Prova Final). Efeitos especiais dignos de alunos da faculdade de cinema mais fuleira do Acre; trilha sonora que tenta ser cool (não consigo parar com as comparações com Prova Final); atuações que dão vontade de enfiar o dedo nos olhos e rodar três vezes; personagens IMBECIS; e claro, excelente e ousado roteiro. Provavelmente estou sendo um ignorante por não valorizar a inteligência do roteirista e sua respectiva história. Alguém mais está comigo ou já pararam de ler para assistirem Prova Final?
Em 1998, a atriz Katie Holmes era um dos nomes mais promissores em Hollywood e também, um dos mais belos. Basta observar a cena em que a atriz aparece pela primeira vez para entender o motivo de tanto fascínio. Por favor, ignorem se soar clichê. Se a Megan Fox pode ter essas cenas bestas onde o mocinho fica olhando embasbacado em slow motion, a esposa do Tom pode também. Pelo menos, podia. Hoje eu não sei se funcionaria. Mas, infelizmente (e não estou de sacanagem), aconteceu de Katie Holmes ser apenas um rostinho bonito que não consegue convencer ninguém (exceto o marido) com sua atuação medíocre. Nunca gostei do James Marsden, que será o eterno Ciclope do X-Men (primeira vez que um ator escroto e sem expressão consegue tirar a sorte grande, já que o Ciclope é o corno mais escroto que a Marvel já inventou nas suas páginas) e não foi diferente. Nick Stahl até se esforça, mas estraga tudo nos últimos dois minutos de filme. Não vou recordar nenhum outro nome que valha a pena ser mencionado.
Assim como em Prova Final, a trama gira em torno de jovens que passam a adotar um comportamento bem diferente do normal. Mas dessa vez a invasão alienigena (genial) de Robert Rodriguez é substituída por uma lobotomia maluca de um sociopata de bigode anos 70. Como mencionei antes, os efeitos especiais são medonhos e conseguem ser superados até mesmo por Fome Animal. Cada cena em que o olho dos personagens brilhava, eu sentia uma ansia de vomito que se recusava a ir embora. Acabei não aguentando a onda quando percebi que o sangue utilizado no final do filme lembrava demais molho de tomate. Desisti da vida e de maltratar meu corpo. No final só consegui pensar em como existe coragem e cara de pau no cinema.
Ficha Técnica:
Comportamento Suspeito (Strange Behavior, 1998)
Dirigido: David Nutter
Roteiro: Scott Rosenber
Genêro: Era para ser terror…
Elenco: Katie Holmes
Trailer

Comentários