Reino Escondido - Cinema de Buteco
Animação Críticas de filmes

Reino Escondido

reino_escondido_01-600x337 Reino Escondido

IMAGINE UM MUNDO REPLETO DE BATALHAS CONSTANTES ENTRE O BEM E O MAL, entre a vida e a morte, englobando ao mesmo tempo relações interpessoais o tempo inteiro. Agora imagine que apenas aqueles que param e prestam atenção conseguem enxergar tais interações.

Conseguiu imaginar? Então seja bem-vindo ao mundo do Reino Escondido (Epic).

A animação de 2013 que é basicamente um conto de fadas moderno que aparentemente tem a intenção de nos fazer atentar para aquilo, que como diz o pequeno príncipe, é invisível aos olhos.

Maria Catarina, é uma jovem que se vê obrigada a ir morar com seu pai após a morte de sua mãe. Não demora muito para que ela perceba por que os pais se separaram. Seu pai, o Professor Bomba,  é completamente obcecado e acredita piamente na existência de uma especie inteligente e altamente desenvolvida que supostamente viveria nas florestas.reino_escondido_01-600x337 Reino Escondido

Então ao decidir que iria sair da casa de seu pai M.C. , se depara com uma situação completamente inusitada, e se transporta para o mundo desses pequenos seres sendo também designada como a protetora de todo o reino da floresta.

Esta com certeza é uma daquelas animações que visam prender atenção tanto das crianças quanto dos adultos, mas neste caso o público infantil poderá se sentir mais satisfeito.

Tudo nesta produção é muito bem feito e mesmo apesar de ter uma história bem superficial, Reino Escondido é um bom filme para se assistir com as crianças.

O cachorro Ozzy e as lesmas com auto-estima nas nuvens vão render boas risadas.

reino_escondido_01-600x337 Reino Escondido

Título original: Epic (2013)

Direção:  Chris Wedge

Nota:[trescaipirinhas]

Joubert Maia

Co-fundador do Cinema de Buteco, é formado em Relações Públicas e Publicidade e Propaganda pela PUC Minas.
Faz parte do núcleo Mineiro do Cinema de Buteco, é responsável pelas promoções, layout e facebook da página.

Comentários

  1. Ótimo texto, me deixou com mais vontade ainda de ver esse filme, já tinha ouvido falar bem, e fora que os filmes do Polansk são surreais de foda. Anos atras vi um filme com essa mesma história, uns dizem ser remake, outros dizem ser uma cópia mesmo, chamado “Ilha do Terror”, péssima tradução, originalmente se chama “Dark Harbor”, conhece?
    🙂

    1. Oi, Saulo!
      A tradução do título do filme que você diz é “Ilha do Medo” e sim, é um remake de “A Faca na Água”. Ainda não assisti, mas valeu a dica!
      Um abraço!