Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Salt



QUANDO SALT ESTREOU nos cinemas durante o ano passado, tive a sensação de que este filme não valeria a pipoca nem o refrigerante. Pois bem, ontem tive a certeza de estava certa.


- Advertisement -

Angelina Jolie(Garota, interrompida) interpreta Evelyn Salt, uma agente da CIA acusada de alguma coisa que ela não fez. Sim, isso não é falta de informação da pessoa que está escrevendo esta critica, é o máximo que este filme vai te mostrar. 

Na chamada, o diretor lança a pergunta: “Salt, vilã ou mocinha?” Então, meus amigos, você continua sem saber até os créditos subirem na sua tela. Porque na verdade este filme é raso. Salt é daquelas pessoas fodas. Pula de uma ponte para um caminhão, pula do caminhão para outro, corre, pega uma moto, cai da moto e no final aparece apenas com um arranhaozinho que logo eh disfarçado com um absorvente (porque mulher tem suas artes). Em qualquer sequência de ação, Jolie não erra um soco. Não erra um chute. Como falei, ela é fodona. Ela tenta matar o presidente russo, um agente da CIA, o presidente americano, o seu tutor e a troco de que? Não sabemos. E acreditem, este suspense não é legal. Nada do que Salt faz é justificável. Até as suas lembranças, que de vez enquanto aparecem no filme, justificam seus atos. E para piorar o filme terá uma continuação. Um Salt II para mostrar o que não mostrou no I? Acho que não.

 

Comentários