Medo e Delírio

Poucas pessoas conhecem esse trabalho de Johnny Depp e Benicio Del Toro, de 1998, inspirado no relato do jornalista Hunter S. Thompson.

O jornalista esportivo Raoul Duke (Depp) recebe uma grana adiantada pra cobrir uma famosa corrida de motos em Las Vegas, a Mint 400. Com esse dinheiro, ele e seu advogado Dr. Gonzo (Del Toro) alugam um carro esportivo e enchem o porta-malas da mais variada quantidade de drogas, roupas floridas e uma máquina de escrever.

Já no caminho, podemos perceber as alterações que a droga causa nos personagens. É hilário ver o Depp lutar com morcegos imaginários, enxergar os desenhos do tapete subindo em suas pernas e ver as pessoas como monstros carnívoros numa orgia animal.

O filme é uma viagem na frequência do LSD, nos tempos da decadência do paz e amor. No início dos anos 70, Depp vai tentando resgatar o espírito livre dos anos 60, trazer de volta toda a loucura e liberdade. Drogas de todos os tipos e suas respectivas reações, mostradas na íntegra, em cenas altamente psicodélicas. Uma trilha-sonora alucinante, com clássicos do rock antigo, caos e diversão. Destaque para as cenas filmadas no parque, sob efeito de éter e mescal, cores fosforecentes, muito brilho e personagens estranhos.

Muitas críticas foram feitas quanto à suposta apologia às drogas. Na verdade, o filme retrata tanto a “onda” das drogas quanto os efeitos de uma boa “bad trip”, que faz jus ao título. Num lugar onde só o uso de alucinógenos pesados te fará parecer normal, Terry Gilliam (Os Irmãos Grimm, 12 Macacos) usa vários recursos para passar ao espectador as sensações que os personagens experimentam. O filme é narrado por Duke, numa visão completamente por fora do próprio personagem. As cenas por vezes contorcidas confundem nossos cérebros, e por vários momentos ficamos sem entender o que está acontecendo.

Recomendo demais, assista sob efeito de alguma coisa (nem que seja café haha, mas aconselho o álcool mesmo) e ria bastante!
Além de Depp e Del Toro, o filme conta com Christina Ricci (Lucy in the Sky with Diamonds?), Tobey Maguire (o terceiro gêmeo da dupla do Matrix haha) , Cameron Diaz (Alice no País das Maravilhas?), Flea e etc.

Ficha Técnica
Título Original: Fear and Loathing in Las Vegas
Gênero: Comédia
Tempo de Duração: 118 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 1998
Direção: Terry Gilliam
Roteiro: Terry Gilliam, Tony Grisoni, Tod Davies e Alex Cox, baseado no livro de Hunter S. Thompson
Produção: Patrick Cassavetti, Laila Nabulsi e Stephen Nemeth
Música: Ray Cooper e Michael Kamen

Trailer:

Compacto das melhores cenas:

Obs: No pôster brasileiro, aparece a seguinte frase: “Nos dê o seu cérebro por duas horas e você nunca mais será o mesmo”.

  • 2t

    HAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAA
    “RECOMENDO QUE ASSISTEM SOB EFEITO DE ALGUMA COISA”
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    MORRI

    O Hunter Thompson foi o responsável pelo nascimento do jornalismo gonzo. Esqueci o que o termo quer dizer, mas sei que era alguma coisa legal! O filme é bem interessante, cansativo às vezes, mas vale a pena conferir Johnny Depp e entender por que ele é um ator considerado alternativo.

    Bom post! Bom filme e boa idéia!

  • Fla

    hahahahahahha

    acho que deve ser visto aqui!
    sim, jornalismo gonzo, tb não me lembro o que significa…

    mas tem algo a ver com o filme, sobre o relato diferente que o jornalista fez!

    vai estudar, vagabundo

  • 2T

    estava estudando na hora, oras… que culpa tenho se o meu curso é o melhor do mundo e os alunos podem ficar brincando na internet?

Redação do Buteco

Cinema por quem entende mais de mesa de bar.