Irresistível Paixão

J-Lo no elenco de Irresistível Paixão me fez pensar várias vezes em ver ou não o filme. Não apenas pelos traumas eternos causados por sua presença/atuação em Anaconda, mas mais ainda pela sua carreira musical e seu casamento com Ben Affleck. Nem mesmo a presença do charmoso George Clooney (Queime Depois de Ler) e a direção primorosa de Steven Soderbergh me animaram. Até que li sobre a tal cena de sedução que antecede a transa dos personagens principais. Mudei de ideia.

Não chega a ser a mais maravilhosa cena sensual da história do cinema, mas certamente é excitante. Desde as trocas de olhares até as palavras usadas em um tom suave e envolvente. Incrível a quimica que rolou entre os dois atores. Toda essa identificação só serviu para intensificar ainda mais o produto final. Scott Frank (Marley & Eu) conseguiu fazer uma adaptação que possivelmente não deixou nada a desejar em relação ao livro de Elmore Leonard (também responsável por Jackie Brown). Outro ponto alto do filme é a excelente trilha sonora composta por David Holmes (da trilogia Onze Homens e um Segredo). Para os “tarados” por música, é um prato cheio.

George Clooney interpreta um ladrão de banco que decide roubar uma fortuna em diamantes. Mas para isso precisa fugir da cadeia antes e para isso conta com a ajuda de seu parceiro, interpretado por Ving Rhames. O que os carismáticos ladrões não esperavam era encontrar uma agente especial que resolve perseguir os ladrões e impedir o roubo. Simples, né? Mas Sonderbergh conseguiu o melhor dos atores, inclusive com direito a uma participação especial de Samuel L. Jackson no finalzinho e Michael Keaton reprisando o mesmo personagem que viveu em Jackie Brown. Assim como Riddley Scott tem Russel Crowe como seu ator “favorito“, o mesmo pode ser dito de Sonderbergh, já que chegou a trabalhar com o astro George Clooney em mais 5 produções.

Recomendo demais!

Ficha Técnica:
Irresistível Paixão (Out of Sight,1998)
Dirigido: Steven Soderbergh ,
Roteiro: Scott Frank, baseado em livro de Elmore Leonard
Genêro: Comédia
Elenco: George Clooney
Trailer:

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.