Sim Senhor!

Jim Carrey já foi dos meus atores favoritos. Daqueles que a gente arruma poster e até um papelão em tamanho real para ficar na porta do quarto e ouvir o próprio pai gritando: “Isso é coisa de veado! Tira esse homem daí!”. Bem, eu era tão fã assim do Jim Carrey. O ápice foi na época entre O Máscara (já citado aqui no blog pelo John) e o Show de Truman. Com o passar dos anos, meus gostos foram mudando e acabei perdendo a preferência pelo trabalho do comediante.

O meu filme favorito, provavelmente, é O Mentiroso. E ao assistir Sim Senhor!, percebi diversas relações entre as duas histórias. Parece que o novo longa do Jim é uma homenagem a toda a sua carreira. A começar pela profissão do personagem, praticamente a mesma de Stanley Ipkiss em O Mascara. Mas é mesmo com O Mentiroso que rolam as cenas de maior deja vu. Impossível observar o personagem com o panfleto na frente do banco e não lembrar do mendingo pedinte que enchia o saco de Carrey. Apesar disso, Sim Senhor não merece descrédito. É sim uma boa opção de comédia e com atuação inspirada do ator.

A história é simples: Jim Carrey interpreta um depressivo banqueiro que se recusa a sair de casa e viver a sua vida. Recusa cada convite e oportunidade de fazer algo diferente, até que vai parar numa convenção de autoajuda (que mais parece uma seita de fanáticos religiosos malucos e sedentos por um coração ou uma virgem) sobre o poder de dizer “sim” e ser uma pessoa mais feliz. Pois então… é chegada a hora de dizer SIM! para tudo e todos. De começo tudo vai bem e ele acaba conhecendo uma nova paixão, que o torna uma pessoa melhor. Mas tudo tem seu preço e o personagem acaba se encontrando numa “maldição” e aprendendo que às vezes, a melhor resposta é um simples não.

É fácil se identificar com as mensagens sutis do roteiro. Assim como é fácil se reconhecer em algum momento da trama. Para todos aqueles que insistem em fechar os olhos para o dia seguinte (e não são personagens do Ensaio Sobre a Cegueira), é mais um daqueles filmes que nos fazem rir para não chorar. Rir para desviar o foco do rumo que nossas vidas vão levando. Será que não é hora de passar a dizer sim de verdade?

Ficha Técnica:
Sim Senhor! (Yes Man, 2008)
Dirigido: Peyton Reed
Roteiro: Nicholas Stoller e Jarrad Paul
Genêro: Comédia
Elenco: Jim Carrey
Trailer

ps: post dedicado para você sabe muito bem quem.

  • Dri

    Toooooooodo mundo já viu esse filme. Menos eu. =/

  • John Pereira

    Jim Carrey é viiiida! 😀

    E o post não é dedicado a mim, tenho dito “sim” de forma sincera nos últimos meses.. hahaha

  • 2T

    Eita, John!!! HAHAHAHAHAHA, QUAIS FORAM OS ÚLTIMOS sim’s DA SUA VIDA???

  • Fred Sixx

    Eu gostei muito do filme tbm…
    Faço minha a crítica do 2t

  • Mr. Thomson

    SIM! eu sei

  • 2T

    que bom.

  • Fla

    eu tb não viiiii

  • John Pereira

    “Sim” em tom de submissão não conta, né?! AHUAHUAHAUHAUHAUHAUAHU

    Mas, tenho dito “sim” bastante nos últimos meses. Eu me identifiquei com a história do filme, porque eu também era um cara negativo e o “sim” me fez encontrar a vida, o amor, os amigos e os planos para o futuro.

    ALELUIA! Ops, quer dizer.. SIM!

    😛

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.