Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Canções de Amor

Canções de Amor

ANTES DE TORCER O NARIZ PARA UM MUSICAL FRÂNCES (a crítica Pauline Kael costumava dizer que os franceses sabem fazer bons filmes, mas, nunca, bons musicais), é importante saber que a estética do musical americano não tem vez aqui. As músicas de Canções de Amor, escritas por Alex Beupain, são adequadas à trama, e não tornam a narrativa cansativa ou surreal (ou seja, não há aquelas coreografias do além). Vamos lá; dar uma chance a esse musical pode fazer um bem enorme pra alma.

Canções de Amor 2Ismaël Bénoliel (Louis Garrel) vive uma relação moderna com Julie Pommeraye (Ludivine Sagnier), que inclui também Alice (Clotilde Hesme). Os três tentam consolidar esse relacionamento – a partir da instabilidade do casal Ismaël-Julie e da forma como utilizam a presença de Alice aparentemente para fazer ciúmes um ao outro. Mais do que parecer moderna, Julie quer mesmo ouvir uma declaração de amor de Ismaël, mas ele sente grande dificuldade em dizer algo que, em teoria, pode algemá-lo. O personagem quer se sentir livre, mesmo estando com Julie. Porém, um acontecimento trágico vai mudar todo o cenário, e Ismaël vai ser confrontado com tudo o que o amor pode oferecer.

- Advertisement -

A Paris do filme, em pleno outono, com cores acinzentadas, chuva e muitas luzes de neon, é uma cidade bem diferente daquela que encantou várias pessoas em Meia Noite em Paris. A capital francesa surge, aqui, menos turística, mais pulsante, menos “lembrança de viagem”, mais vida cotidiana. Realmente cosmopolita, é um lugar em que as pessoas tratam com muita naturalidade o amor, o sexo, a morte, as relações humanas. As músicas, então, completam aquilo que os personagens não podem dizer…

“Me ame pouco, mas me ame sempre” é o que, talvez sem saber, todos nós queremos.

Canções de Amor - Pôster

Título original: Les chansons d’amour

Direção: Christophe Honoré

Roteiro: Christophe Honoré

Elenco: Ludivin Sagnier, Louis Garrel, Clotilde Hesme

Lançamento: 2007

Nota:

Comentários