Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Menina de Ouro

De 2004, Menina de Ouro conta a história de Maggie Fitzgerald (Hilary Swank), uma mulher determinada, que tem um sonho: ser boxeadora profissional. Num território tão masculino, Maggie é constantemente desprezada e humilhada, sendo alvo de chacotas. Mas ela segue em frente.
Frankie Dunn (Clint Eastwood) é um conceituado treinador, que já recebeu vários títulos, e hoje vive amargurado por sua filha tratá-lo com indiferença. Devido a essa falta de afeto, torna-se uma pessoa frustrada, fechada e seca. Seu único amigo, Scrap (Morgan Freeman) divide com ele a direção da academia.

- Advertisement -

Um belo dia Maggie vai até a academia pedindo a Frankie que a treine. Achando ser uma piada de péssimo gosto, ele se nega alegando nunca treinar mulher nenhuma. Mas Maggie é teimosa, e diariamente vai treinar, mesmo sem o apoio de Frankie. Scrap, porém, apóia seu sonho e constantemente a incentiva a lutar. Finalmente vencido pelo cansaço, ela recebe o apoio do treinador e juntos, começam um treinamento exaustivo. Mesmo Maggie sendo criticada constantemente por Frankie, ela não desiste e assim, pouco a pouco, o coração fechado do treinador vai se abrindo e um sólido relacionamento forma-se.

Lição número 1: Antes de tudo, se proteja. Maggie se esforça dia pós dia para conquistar seu objetivo e ajudar sua família, esta feita de medíocres criaturas, cujo único afeto com a filha é o amor ao seu cartão de crédito. Sempre duro com ela, Frankie tenta colocar em sua cabeça que lute calmamente, sempre se defendendo antes de planejar um ataque.

Lição número 2: Cuidado com tamboretes soltos no ringue…

Por que esse filme fará você chorar?
Simples: ele toca fundo em feridas que talvez muitos tenham. Nem sempre estamos bem com quem amamos, nem sempre demonstramos nossos verdadeiros sentimentos, e o principal, muitas vezes tratamos quem amamos (ou deveríamos) com desprezo e repugnância. A consciência vai pesar por coisas que você fez, atos que magoaram; mas Hilary Swank mostra que Maggie sabe perdoar. E pedir desculpas, quando necessário. Excelente atuação.

Lição número 3 (e a principal): NUNCA desista de seus sonhos. Seja ganhar na mega-sena, passar no vestibular, comprar um carro, ir pra Disney ou simplesmente lutar boxe. Empecilhos no caminho, sempre encontraremos. Mas como já disse em “Reine Sobre Mim“, (clichê ou não), o que não nos mata, nos fortalece. Tendemos a nos render ao simples desafio, quando na verdade somos postos à prova o tempo todo para só, e somente só, provar a nós mesmos que SOMOS CAPAZES. Não abaixe a cabeça à qualquer coisa. Seres medíocres estão ao nosso redor, mais do que gostaríamos, mais do que esperávamos, mas menos do que somos capazes de vencê-los.

Recomendo demais, um belo drama, uma grande lição de vida, um enorme questionamento de valores. Indicado a 7 Oscars, levou 4: Melhor Ator Coadjuvante (Morgan Freeman), Melhor Atriz (Hilary Swank), Melhor Diretor (Clint Eastwood) e Melhor Filme.

Ficha Técnica
Título Original: Million Dollar Baby
Gênero: Drama
Tempo de Duração: 137 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 2004
Direção: Clint Eastwood
Roteiro: Paul Haggins
Produção: Clint Eastwood, Paul Haggis, Tom Rosenberg e Albert S. Ruddy
Música: Clint Eastwood
Fotografia: Tom Stern


Você mataria alguém que ama muito para não vê-la mais sofrer?

Comentários