Milk – A Voz da Igualdade

Baseado na história real do primeiro político que se assumiu gay na história da política norte-americana e morreu assassinado em 1978, o filme tem em seu ponto mais alto a direção de Gus Van Sant. O elenco estelar também é outro atrativo: Sean Penn (como sempre) está ótimo. Se ele já tinha fama de pegador de todas as beldades do cinema hollywoodiano, agora resolveu atacar os homens também, começando por James Franco (mais conhecido por seu personagem Harry Osborn na trilogia do Homem Aranha).

Não sei se já surgiram as comparações, mas é bem verdade que Milk – A Voz da Igualdade é O Segredo de Brokeback Mountain do Oscar 2009. Claro que a relação entre o casal não é o principal assunto, mas as cenas em que Penn e Franco se beijam logo no começo, estão entre as mais marcantes da história do cinema. O romance dos dois estremece com o passar do tempo e a dedicação do personagem de Penn para se eleger como supervisor da preconceituosa São Francisco do fim dos anos 70.

Gus Van Sant é um dos diretores mais inteligentes do cinema. Vencedor do Oscar por Gênio Indomável, há muito tempo ele vem trazendo filmes com temas polêmicos e que ganharam vários fãs ao redor do mundo. Alguns de seus filmes já apareceram aqui no Cinema de Buteco e considero o João como a melhor pessoa para comentar algo mais sobre a forma que Van Sant conduz seus filmes. Não é à toa que ganhou uma nova indicação e que tem boas chances de sagrar-se o vencedor novamente.

Ficha Técnica:
A Voz da Igualdade (Milk, 2008)
Dirigido: Gus Van Sant
Roteiro: Dustin Lance Black
Genêro: Drama
Elenco: Sean Penn , Josh Brolin , James Franco , Emile Hirsh
Trailer

  • Fla

    tullio thiago!

    seu )&#*(!&#*)¨$(*@&(*@&$*())(@*#

    grrrrr
    te mato!

  • João

    gente! fla! te amamos!

    eu sou fã demais dos filmes do gus, quero ver esse, pq depois de três filmes, basicamente parecidos, ele me vem com esse oscarizável… (nada que ele já não tenha feito, mas fico curioso… vou ver!)

  • Pingback: J. Edgar | Cinema de Buteco()

  • Tiago Herique

    RUIM, PERDI TEMO VENDO ATÉ O FINAL
    NÃO RECOMENDO

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.